Ciência

Português em grupo mundial de inovação tecnológica

O engenheiro Luís Redondo vai integrar a maior associação mundial de inovação tecnológica, o Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE), tornando-se no primeiro português a fazer parte do comité técnico permanente na área da Potência Pu
Versão para impressão
O engenheiro Luís Redondo vai integrar a maior associação mundial de inovação tecnológica, o Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE), tornando-se no primeiro português a fazer parte do comité técnico permanente na área da Potência Pulsada.

Luís Redondo irá “fazer a ponte” entre a Europa e os Estados Unidos na difusão da potência pulsada, uma modalidade da física nuclear ainda pouco explorada em que desenvolve o seu trabalho.

Em declarações ao portal Ciência Hoje, o engenheiro português manifestou a sua satisfação por “ser reconhecido dentro da área” em que trabalha e por esta ser uma importante oportunidade para “difundir a importância da potência pulsada e as suas aplicações”, desde a medicina à esterilização alimentar.

A IEEE, associação sem fins lucrativos sediada nos Estados Unidos, contava já com a colaboração de 395 mil engenheiros oriundos de mais de 160 países, avança o portal Ciência Hoje.

Luís Redondo lidera ainda o único grupo técnico de potência pulsada da Península Ibérica e está atualmente a dirigir dois projetos de investigação no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub