Em Destaque Sociedade

Portugal solidário no Natal

Metade da população portuguesa espera contribuir para causas solidárias no Natal
Versão para impressão
por redação

O Observador Cetelem Natal 2017 não quis apenas conhecer de que forma os portugueses pretendem consumir nesta altura do ano. Este ano, e pela primeira vez, decidiu inquirir se os portugueses pretendem contribuir para causas de solidariedade durante este período, procurando confirmar se a ideia de que o Natal é uma época que tende a despertar a sensibilidade das pessoas corresponde às intenções da população nacional.

Os resultados do estudo confirmam que os portugueses no período de Natal refletem uma especial atenção pelo outro, com 50% dos inquiridos a referir que esperam contribuir para causas solidárias. 23% asseguram que vão mesmo dar um pouco de si a causas sociais.

O Porto assume-se bem mais solidário que Lisboa, com 67% de respostas nesse sentido, contra apenas 28% na capital no país. Por regiões, o Centro do país, é, no seu conjunto, mais solidário, 63%, enquanto no Norte 50% dos inquiridos locais esperam contribuir para causas sociais. Já no Sul de Portugal o valor é mais baixo, não ultrapassa os 41% de pessoas com pretensões de cariz solidário.

Para realizar o estudo Observador Cetelem Natal 2017 foi constituída uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os géneros e com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos. Estes foram entrevistados telefonicamente, com informação recolhida por intermédio de um questionário estruturado de perguntas fechadas. O trabalho de campo foi realizado pela empresa de estudos de mercado Nielsen, entre os dias 23 setembro a 6 de outubro, e um erro máximo de +4,0 para um intervalo de confiança de 95%.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub