Cultura

Portugal representado no World New Music Days

A peça inédita "Ex nihilo" da autoria do português Rui Penha foi a única obra portuguesa a ser seleccionada para integrar a edição do próximo ano do festival anual World New Music Days, promovido pela International Society of Contemporary Music (ISCM
Versão para impressão
A peça inédita “Ex nihilo” da autoria do português Rui Penha foi a única obra portuguesa a ser seleccionada para integrar a edição do próximo ano do festival anual World New Music Days, promovido pela International Society of Contemporary Music (ISCM), que irá decorrer em abril, em Zagreb, na Croácia.

“Das cerca de 400 candidaturas, a minha foi seleccionada para integrar um festival onde estão representados compositores de 40 países diferentes”, anunciou em comunicado Rui Penha, 29 anos, natural do Porto.

Rui Penha é compositor e docente no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro (UA). De acordo com comunicado da instituição, para Rui Penha esta participação “será uma excelente oportunidade para estabelecer novos contatos e perceber o estado da arte da composição de música contemporânea a nível mundial”.

Há 89 anos que o World New Music Days promove a música contemporânea e reúne “não só os compositores seleccionados, como também vários compositores consagrados e representantes das diversas organizações nacionais afectas à ISCM”, salienta o docente da UA.

[Notícia sugerida pela utilizadora Patricia Guedes]

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub