Em Destaque Entretenimento

“Portugal que Dança”

Primeiro episódio é dedicado à premiada Marlene Monteiro Freitas
Versão para impressão

 

A série documental “Portugal que Dança” regressa à RTP 2, no dia 31 de maio. Pioneira na televisão portuguesa, trata-se da primeira série de documentários sobre dança contemporânea portuguesa e dá visibilidade à mais recente geração de criadores de dança no nosso país.

De 31 de maio a 21 de junho, sempre às quintas-feiras, são exibidos quatro documentários: o primeiro dedicado a Marlene Monteiro Freitas, uma das mais reconhecidas coreógrafas da sua geração. Marlene Monteiro Freitas vai receber o Leão de Prata da Bienal de Veneza, destinado a jovens promessas da dança ou a instituições que se distingam pelo investimento em novos talentos, no dia 28 de Junho.

O episódio é um documentário “on the road”, que acompanha a construção de “Bacantes – Prelúdio para uma Purga”, criação de Marlene Monteiro Freitas. Filmado entre Annecy, Montpellier, Lisboa e Bruxelas, dá a conhecer o modo de trabalho e a complexidade criativa da criadora.

Assistimos à evolução da coreografia complexa e de experimentação de “Bacantes – Prelúdio para uma Purga” até à sua estreia, em Lisboa, no Teatro Nacional D. Maria II e também à sua apresentação na abertura no Kundsten Festival des Arts, um dos principais festivais de dança a nível europeu.

Produzida pela Mares do Sul, com realização de Cristina Ferreira Gomes e autoria de Luiz Antunes, “Portugal que Dança” é uma série de 17 episódios que dá a conhecer o trabalho criativo e heterogéneo de 21 jovens coreógrafos portugueses, segue o seu quotidiano de construção criativa, mostrando as suas obras, as suas aspirações e o cruzamento com diferentes disciplinas artísticas.

Filmada em 13 cidades em Portugal, de Norte a Sul, Açores, e em 8 cidades internacionais, de Paris a São Paulo passando por Roterdão ou Estocolmo, entre outras, Portugal que Dança é uma autêntica viagem pelo mundo da dança contemporânea portuguesa com notável projecção internacional.

Produzida para a RTP 2, a série contou com os apoios do Teatro Municipal do Porto Rivoli Campo Alegre, da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação GDA.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub