Desporto

Portugal é vice-campeão mundial de surf

A Seleção Nacional de Surf sagrou-se, no domingo, vice-campeã mundial da modalidade durante os ISA World Surfing Games, que se realizaram na Nicarágua entre 31 de Maio e 7 de Junho.
Versão para impressão
A Seleção Nacional de Surf sagrou-se, no domingo, vice-campeã mundial da modalidade durante os ISA World Surfing Games, que se realizaram na Nicarágua entre 31 de Maio e 7 de Junho. Nicolau von Rupp foi o português melhor classificado, conquistando o segundo lugar e a medalha da prata na última etapa.
 
A Costa Rica foi a grande vencedora da competição, tendo garantido o ouro e o título de campeã do mundo. Além de Portugal, vice-campeão, completaram o pódio os Estados Unidos, que terminaram a prova em 3.º lugar e asseguraram o bronze. 
 
Para o triunfo de Portugal contribuiu, em muito, a prestação de Nicolau von Rupp, que ganhou a prata com um segundo lugar na etapa final da categoria individual de “Surf Open”.  “Foi um orgulho representar a Federação Portuguesa de Surf”, escreveu o atleta na sua página oficial no Facebook.
 
Os portugueses Miguel Blanco e Vasco Ribeiro partilharam, também na categoria de “Surf Open”, o 13.º lugar, ao passo que 25.ª posição foi ocupada por outro atleta nacional: José Ferreira.


Vitória foi muito celebrada pela Seleção Nacional na Nicarágua © ISA 
 

Destaque ainda para o desempenho das atletas femininas, em especial o da jovem surfista portuguesa Teresa Bonvalot que, com apenas 15 anos, arrecadou o 9.º lugar mundial na sua categoria, revela um comunicado da Federação Portuguesa de Surf. Camilla Kemp, a outra representante feminina portuguesa, terminou a prova na 25.ª posição.
 
“Os nossos atletas estiveram a um nível elevadíssimo”, afirma David Raimundo, selecionador nacional de surf. “Estou muito orgulhoso do trabalho que fizemos com o apoio da Federação Portuguesa de Surf, de todos os nossos surfistas e deste resultado histórico para a nossa seleção”, confessa o técnico.
 
Para João Aranha, presidente da federação, este resultado é “um retorno muito positivo para o investimento” feito na Seleção Nacional de Surf. “Espero que esta distinção, que reforça a posição de Portugal como potência mundial de surf, abra portas a fundos para competirmos em mais provas internacionais”, acrescenta o responsável. 
 
Organizados pela Associação Internacional de Surf (ISA, na sigla em inglês), os World Surfing Games constituem-se como um evento no qual os atletas competem por medalhas não só a nível individual, como a título coletivo. Este ano, participaram na prova 27 seleções de todo o mundo, representadas por 132 atletas.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório