Mundo

Portugal é o 5.º país mais pacífico do mundo

Apesar dos maus resultados económicos, Portugal está muito longe da cauda da Europa no respeita à segurança. No ranking Global Peace Index de 2016, o nosso país sobe seis posições ocupando, este ano, o 5.º lugar mundial.
Versão para impressão
Apesar dos maus resultados económicos, Portugal está muito longe da cauda da Europa no que respeita à segurança. No ranking Global Peace Index (GPI) de 2016, o nosso país sobe seis posições em relação ao ano anterior ocupando o 5.º lugar mundial.
 
Islândia, Dinamarca, Áustria (três nações repetentes no topo deste ranking), Nova Zelândia e Portugal. Estas são as cinco nações mais pacíficas do mundo, segundo o relatório anual Global Peace Index 2016.

Em 2010, Portugal surgia na 13.ª posição. Desde aí, registou sempre descidas embora, em 2015, tenha conseguido subir para o 11.º do ranking.

Este ano, consequência da “estabilidade política”, segundo o GPI, e provavelmente devido aos casos de terrorismo registados noutros países da Europa, Portugal sobe bem alto, escalando seis posições até ao 5.º lugar no índice.

Europa continua a região mais pacífica
 

Image and video hosting by TinyPic

Mesmo tendo em conta os atentados dos últimos meses, a Europa “continua a ser a zona geográfica mais pacífica do mundo” sendo que, diz o relatório, o “maior progresso europeu foi registado por Portugal”. “Isto reflete um regresso à normalidade do país, depois das sanções financeiras implementadas pela UE e pelo FMI”, lê-se no relatório do GPI. 

“Apesar dos desafios que o atual governo de centro-esquerda enfrenta, Portugal registou uma redução da probabilidade de manifestações violentas, sendo que a escala de terrorismo político também diminuiu ao mesmo tempo que a estabilidade política aumentou”, diz o documento. 
 
Violência em 2015 custou 12 triliões de euros 

No ano que passou, o Global Peace Index analisou 162 países, ou seja, cerca de 99% das nações do mundo, construindo os resultados finais com base na análise de vários indicadores como o número de mortos em conflitos internos ou externos, número de homicídios, número de crimes violentos, investimento em atividades militares, entre outros. 
 
Segundo o índex, o impacto da violência na economia global em 2015 foi de 12 triliões de euros . Este valor representa 13.3% do Produto Interno Mundial ou 1.600 euros por cada cidadão do mundo. 
 
Mortes por terrorismo aumentaram 80%

Apesar dos resultados positivos para Portugal, o relatório afirma que este ano se verificou  o maior aumento global da violência registado nos últimos 25 anos.

Os autores do GPI apontam, sem hesitar, o dedo ao terrorismo e à instabilidade política mundial. Segundo o Índice, as mortes por terrorismo aumentaram, 80 por cento, em relação ao anterior relatórios, com apenas 69 países que podem orgulhar-se de não ter nunca registado um atentado ou incidente deste género.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório