Ciência

Portugal e EUA reforçam cooperação científica

Portugal e EUA vão aumentar a cooperação e o intercâmbio científicos através da assinatura, esta quinta-feira, em Lisboa, de três novos protocolos entre a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e a Comissão Fulbright.
Versão para impressão
Portugal e EUA vão aumentar a cooperação e o intercâmbio científicos através da assinatura, esta quinta-feira, em Lisboa, de três novos protocolos entre a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e a Comissão Fulbright.
 
Os mesmos visam a promoção de um programa de bolsas, a cedência das instalações necessárias para o funcionamento da comissão e do centro de informação Fulbright e ainda a integração do arquivo histórico da comissão no arquivo de ciência e tecnologia FCT.
 
Segundo um dos protocolos assinados, as bolsas vão contar, este ano, com o apoio financeiro da FCT, sendo que os valores, por bolseiro, podem ascender aos 18.500 euros para doutorandos, a 8.800 euros para professores e investigadores doutorados e 9.450 para professores e investigadores norte-americanos convidados.

Além disso, o centro de informação da Comissão Fulbright vai disponibilizar informação sobre o sistema educativo nos EUA, bem como todas as “oportunidades de desenvolvimento académico, profissional e pessoal”. 
 
Em comunicado, as duas entidades avançam que a integração do arquivo histórico da Comissão Fulbright no arquivo de ciência e tecnologia da FCT irá permitir a “preservação, organização, estudo e divulgação de um novo acervo no âmbito da História da Ciência e da Tecnologia em Portugal”, o que, por sua vez, vai possibilitar “o estudo do relacionamento luso-americano na partilha de conhecimento e intercâmbio  académico e cultural”. 
 
Este último projeto vai ainda contar com a participação do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
 
A Comissão Fulbright – Comissão Cultural Luso-Americana, nascida a partir do programa de intercâmbio educacional com o mesmo nome, atribui bolsas a estudantes e investigadores portugueses que pretendam continuar estudos de mestrado ou doutoramento ou realizar projetos de investigação nos EUA. 
 
Em Portugal, o programa é administrado por acordo diplomático assinado entre os governos português e norte-americano, que administram e financiam a sua atividade.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub