Ambiente

Portugal desenvolve primeiro software de ecoeficiência

É apresentado esta semana ao público o EcoPlanner, o primeiro software inteiramente português destinado à análise da ecoeficiência com o objetivo de ajudar as empresas a identificar alternativas com menor impacto ambiental e a reduzir custos.
Versão para impressão
É apresentado esta semana ao público o EcoPlanner, o primeiro software inteiramente português destinado à análise da ecoeficiência com o objetivo de ajudar as empresas a identificar alternativas com menor impacto ambiental e que reduzam custos de produção. O protótipo já foi instalado e os testes arrancam a 6 de Junho.
 
Esta ferramenta inovadora, desenvolvida pela empresa Ecoinside em parceria com o laboratório INESC Tecnologia e Ciência, é capaz de analisar, de forma integrada, parâmetros como o consumo de água e de energia, as emissões de gases poluentes e de resíduos e outros desperdícios. 
 
Trata-se de um software que pode ser utilizado em qualquer browser de Internet e que, segundo afirma José Correia, investigador do INESC TEC, em comunicado enviado ao Boas Notícias, “pode auxiliar as empresas a encontrar processos de produção alternativos, com um menor custo associado, mas também com uma menor pegada ambiental”. 
 
De acordo com Joaquim Guedes, diretor executivo da Ecoinside, promotora do projeto, o Ecoplanner permite também “gerir em tempo real KPI's [indicadores-chave de desempenho] de negócios e diminuir tempos de resposta às entidades reguladoras”.
 
“Sendo uma verdadeira ferramenta de apoio à decisão, esta foi pensada para dotar as empresas da capacidade de estar constantemente a pensar e a promover o aumento contínuo da sua ecoeficiência”, acrescenta o responsável.

Ferramenta vai começar a ser testada em Junho
 

O piloto desta nova plataforma online vai começar a ser testado já a 6 de Junho pela SORGAL, uma das maiores empresas portuguesas de produção de rações de animais. 
 
Para João Pedro Azevedo, administrador da companhia, “a cumprirem-se as expetativas, [o software] pode ter impacto em questões tão diversas como o planeamento de produção, a conceção técnica dos produtos, a análise produto-cliente e o custeio baseado em atividade”.
 
O Ecoplanner vai ser apresentado publicamente na próxima sexta-feira, 31 de Maio, pelas 14.30h, no auditório do INESC Porto. O software insere-se num projeto QREN liderado pela Ecoinside e que, além do INESC TEC, contou com a colaboração da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e do BCDS Portugal – Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub