Saúde

Portugal dá 300 mil preservativos à Guiné-Bissau

Portugal ofereceu esta quarta-feira 300 mil preservativos à Guiné-Bissau, onde a Comissão de Luta contra a SIDA (CNLCS) estava em "rotura de stock".
Versão para impressão
Portugal ofereceu esta quarta-feira 300 mil preservativos à Guiné-Bissau. A oferta surge numa altura em que a Comissão de Luta contra a SIDA (CNLCS) estava em “rotura de stock” e quando se aproxima o Carnaval, época de maior procura, escreve a Lusa.
 
Huco Monteiro, presidente da CNLCS da Guiné-Bissau, explicou à agência noticiosa que os preservativos chegam “num momento importante, porque o contexto em que vamos entrar, carnavalesco, de azáfama, é também de alguns desvios em comportamentos de risco que precisam de ser prevenidos”.
 
Além disso, o responsável destacou que a oferta é particularmente relevante devido ao momento de “carência” que se vive no país, “quer para prevenção em geral mas também visando as metas” que devem ser atingidas “no âmbito dos compromissos internacionais de luta contra a SIDA”. 
 
Segundo Huco Monteiro, o compromisso corresponde a “zero novas infeções” até 2015, sendo que, embora não haja estatísticas disponíveis, se sabe que existiu “uma redução drástica”. “A tendência para a redução de novas infeções está confirmada. No ano de 2010 tivemos 25% menos incidência”, salientou. 
 
No entanto, para alcançar as metas estabelecidas é necessário mais do o uso do preservativo. “Precisamos de ter mais fidelidade, dar mais garantia nas transfusões de sangue, garantir que as mães infetadas não transmitam o vírus aos seus filhos”, acrescentou o dirigente da Comissão. 
 
Anualmente são utilizados na Guiné-Bissau cerca de cinco milhões de preservativos e mais de um milhão destes é oferecido por Portugal. “Vamos fazer o melhor uso desses preservativos, a começar já com um plano de distribuição com vista ao Carnaval, mas também fazer chegar os preservativos nos cantos mais recônditos do país”, prometeu Huco Monteiro.
 
Na mesma ocasião, os portugueses enviaram também para o país material destinado à educação, nomeadamente centenas de mesas e cadeiras para uma escola de educação especial de surdos-mudos e cegos.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório