Ambiente

Portugal cumpre metas de reciclagem de embalagens

NULL
Versão para impressão
Portugal está a cumprir as metas estabelecidas para este ano na reciclagem e valorização de resíduos de embalagens. O Governo, contudo, alerta que é preciso investir mais nas ações de recolha do vidro.

“Em 2010, Portugal cumpriu as metas de reciclagem e valorização de resíduos de embalagens definidas pela diretiva comunitária, encontrando-se igualmente a concretizar as metas estabelecidas para 2011, com exceção do vidro”, anuncia a Secretaria de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território, à Lusa.

Assim, a entidade gestora Sociedade Ponto Verde decidiu tomar medidas complementares para que a meta definida na diretiva seja concretizada.

“É expectável que, a manter-se o crescimento verificado nos anos anteriores, Portugal vá dar cumprimento às metas estabelecidas para 2011 em todos os materiais”, afirma a Secretaria de Estado. No entanto, “no que se refere ao vidro, é necessário um maior investimento nas ações de recolha”.

De acordo com os dados provisórios divulgados, em 2010, a taxa de reciclagem de vidro desceu de 55% para 33% enquanto o plástico se manteve nos 25%. Já a taxa de reciclagem de papel, cartão, metal e madeira apresentam um aumento relativamente aos valores de 2009.

O papel é o material mais reciclado, com 85%, uma tendência igualmente seguida na valorização, onde atinge os 93%. Igualmente positivos foram os resultados na recolha de equipamentos elétricos e eletrónicos, tendo sido mesmo ultrapassada a meta de 4 kg por habitante.

Relativamente aos objetivos traçados para a recolha de resíduos de pilhas e acumuladores portáteis, os responsáveis governamentais do Ambiente revelam-se “convictos” de que os mesmos também serão cumpridos.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório