Mundo

Portugal abre sessão em Wall Street

O Dia de Portugal na Bolsa de Nova Iorque, em Wall Street, surge no "momento certo" para tranquilizar investidores internacionais em relação ao mercado português. O "Portuguese Day" teve o seu momento alto com o tradicional tocar do sino de abertura
Versão para impressão
O Dia de Portugal na Bolsa de Nova Iorque, em Wall Street, surge no “momento certo” para tranquilizar investidores internacionais em relação ao mercado português. O “Portuguese Day” teve o seu momento alto com o tradicional tocar do sino de abertura do mercado pelo ministro das Finanças português, Teixeira dos Santos.

“Os próximos dois dias dão-nos a oportunidade para ter as empresas e os responsáveis como o ministro para contar a história de Portugal, para que os investidores possam sair daqui com factos, em vez de opiniões imprecisas”, defendeu o presidente da bolsa de Nova Iorque (NYSE Euronext), Duncan Niederauer.

Contrariar o desconhecimento e a ideia de que Portugal está numa situação crítica semelhante à da Grécia foi outro dos objetivos. Dar sinais de acalmia aos investidores e apresentar os planos para o futuro e angariar apoios foram outras das metas que a comitiva portuguesa quis levar à Bolsa nova-iorquina.

O “Portuguese Day” em Wall Street foi organizado pela Euronext Lisbon e Banco Espírito Santo Investment. A acompanhar o ministro Teixeira dos Santos estiveram também presentes alguns dos principais executivos de empresas portuguesas.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório