Fitness & Bem-estar

Porto recebe workshop de dieta ‘paleolítica’

O workshop 'PaleoDieta' realiza-se dia 02 de Maio, com a presença do especialista Carlos Perez, na Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto. Este workshop é aberto e destinado ao público em geral.
Versão para impressão

O workshop 'PaleoDieta' realiza-se dia 02 de Maio, com a presença do especialista Carlos Perez, na Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto. Este workshop é aberto e destinado ao público em geral. 

O workshop vai decorrer entre as 09h e as 18h e tem um custo de 90 euros que inclui um diploma de participação com as horas totais da formação. 

A formação vai abordar temas como a diferença entre saúde e doença, a importância do intestino,  macronutrientes (gorduras, proteínas, hidratos de carbono), micronutrientes, mitos da nutrição, a alimentação e a felicidade e, ainda, um plano de PaleoReceitas.
 

Em comunicado de imprensa ao Boas Notícias, o Dr. André Dourado, especialista em Naturopatia e diretor da EMAC – Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto – defende que estes critérios de alimentação podem melhorar a vida das pessoas. 

“Os bons resultados desta dieta devem-se à redução do consumo de farinhas, lacticínios, açúcar (e outros processados) e aumento da ingestão de fibras e alimentos 'vivos'. Não existem contra-indicações para adoptar esta dieta. Apenas é necessária uma reeducação alimentar, procura pela variedade e ter acompanhamento  de um especialista nas primeiras fases”, afirma.

Esta dieta, que surge como um verdadeiro estilo de vida para muitas pessoas, tem já um séquito de fãs por todo o mundo, inclusive personalidades famosas, que são praticantes da mesma diariamente.

Muitas pesonalidades conhecidas do público aderiram à 'Paleodieta', como Eva la Rue (CSI: Miami), Uma Thurman, Jessica Biel, Megan Fox, Matthew McConaughey, Miley Cyrus, entre outros.

A dieta do Paleolítico baseia-se na dieta dos nossos antepassados, do primeiro homo sapiens, entre 150 mil até 10 mil anos atrás, e consiste numa alimentação rica em proteínas e fibras, sem comidas processadas.

Os defensores desta dieta afirmam que previne excesso de peso, aumenta o bem-estar gastro-intestinal, diminui o risco de desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares, além de proporcionar uma maior sensação de energia, bem-estar e equílibrio de humor.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório