Fitness & Bem-estar

Porto: Rastreio gratuito de problemas de memória

Vai decorrer, no Porto, um rastreio clínico, gratuito e aberto a toda a população, para deteção de problemas de memória.
Versão para impressão
Vai decorrer, no Porto, um rastreio clínico, gratuito e aberto a toda a população, para deteção de problemas de memória. O rastreio realiza-se no próximo dia 17 de Março, das 14h30 às 18h, na recepção do Hospital Cuf da cidade invicta, e está integrado no Dia Aberto das Demências.
 
Rui Vaz, coordenador das Neurociências daquela unidade hospitalar, que oferece um conjunto de diversas especialidades médicas, explica, em comunicado, que “as alterações da memória são cada vez mais frequentes na população geral”. 

“As demências são situações complexas em que o declínio das capacidades cerebrais tem um efeito negativo sobre a vida das pessoas afetadas e suas famílias. Este tipo de situação é frequentemente confundido com os processos normais de envelhecimento, provocando atrasos indesejáveis no diagnóstico”, salienta.

 
É por este motivo que estar alerta é essencial, o que justifica a promoção desta ação. “Esta iniciativa tem como finalidade potenciar o rastreio clínico de problemas de memória e de demências”, esclarece o responsável, uma vez que um diagnóstico precoce permite uma implementação mais eficaz dos tratamentos e apoios adequados a cada doente.
 
A iniciativa marca também a abertura da Unidade de Neurocognição e Demências (UniNeD) do Hospital, uma unidade de intervenção multidisciplinar inovadora no domínio das demências e problemas de memória em Portugal que será coordenada por João Massano e Filipa Machado Vaz. 
 
O objetivo é melhorar a qualidade de vida dos doentes e familiares, através de um circuito bem definido para alcançar o diagnóstico com rapidez. “Esta nova unidade inclui ainda um projeto pioneiro no norte do país, ao nível da reabilitação cognitiva, dos problemas de atenção, concentração e memória provocados por outras lesões neurológicas, como traumatismos e acidentes vasculares cerebrais”, conclui Rui Vaz.
 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório