Desporto

Porto mais 35 cidades na única corrida global do mundo

Após o sucesso da primeira edição do evento, Portugal acolhe a única corrida global do planeta, já no dia 3 de Maio. O Porto foi a cidade escolhida para este evento que tem 36 percursos diferentes, englobando os seis continentes.
Versão para impressão

Após o sucesso da primeira edição do evento, Portugal acolhe a única corrida global do planeta, já no dia 3 de Maio. O Porto foi a cidade escolhida para este evento que tem 36 percursos diferentes, englobando os seis continentes.

A Wings for Life World Run realiza este ano a sua segunda edição, onde se esperam dezenas de milhares de entusiastas. Em Portugal o ponto de partida é a Invita (Jardins do Palácio de Cristal), seguindo o percurso por Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Espinho, Murtosa, Ovar e Aveiro. No ano passado, a corrida portuguesa Wings for Life decorreu no Alentejo.

O lema do evento é “Correr por aqueles que não podem”, tentando, com isto,  encurtar a distância para a cura de lesões na espinal-medula. Quem quiser participar para ajudar esta causa, poderá inscrever-se, no site da corrida, até ao dia 26 de Abril (19 de Abril para pagamentos através de multibanco). 

A inscrição tem um custo de 25 euros, valor que reverte na totalidade para a Fundação Wings for Life, com o objectivo de ajudar os mais de 3 milhões de pessoas que sofrem lesões na espinal-medúla.

Para além de contribuirem para esta causa que luta contra este problema universal, os participantes recebem um Kit de Atleta oficial do vento, com diversos materiais para a corrida.

Ao ser um evento global, as condições meteorológicas e a luminosidade serão diferentes dependendo do sítio do globo em que se esteja. Em Portugal, por exemplo, a partida dá-se às 12 horas na cidade do Porto, enquanto que na Califórnia (EUA) será às quatro da madrugada.

Vencedores recebem uma viagem à volta do mundo

A única corrida global do Mundo não apresenta uma distância fixa: em vez da tradicional linha de meta, os participantes vão ser perseguidos por um “carro meta”, que arrancará meia hora depois da partida. Quando um atleta é apanhado pelo “carro meta”, significa que a corrida, para esse participante, chegou ao fim. A corrida chegará ao fim quando só restar um homem e uma mulher na estrada, em todo o mundo.

Os vencedores serão coroados Campeões Globais da Wings for Life World Run e receberão, como prémio, uma viagem à volta do Mundo para duas pessoas.

Aqueles que vençam o torneio a nível nacional, no Porto, poderão escolher a cidade para a qual querem viajar e terão a oportunidade de correr no evento do ano seguinte.

Para saber mais sobre o evento, clique AQUI.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório