Negócios e Empreendorismo

Porto de Faro com o melhor valor do século em 2013

O porto comercial de Faro vai chegar ao fim de 2013 com um total de 400.000 toneladas de carga exportada, naquele que é o melhor valor do século daquela estrutura. A principal carga exportada a partir dali é o cimento produzido pela Cimpor de Loulé,
Versão para impressão
O porto comercial de Faro vai chegar ao fim de 2013 com um total de 400.000 toneladas de carga exportada, naquele que é o melhor valor do século daquela estrutura. A principal carga exportada a partir dali é o cimento produzido pela Cimpor de Loulé, que segue em navios para países como Argélia e Cabo Verde.
 
Há ainda significativas cargas de pedra, ferro e telha a serem enviadas para o território britânico de Gilbratar.  A alfarroba algarvia, que segue para Inglaterra, o sal de Olhão, o sal-gema de Loulé e o atum, provenientes das armações ao longo da costa algarvia e que vão para o Japão a 60 graus negativos em frigoríficos, são os outros produtos do Algarve que são exportados via marítima a partir de Faro.
 
“Vamos fechar muito acima das expectativas, perto das 400 mil toneladas de carga exportada”, revela o responsável Graco Trindade, segundo o qual, as cargas exportadas “contribuem para o desígnio de Portugal de retomar a sua produção nacional e a sua industrialização especializada”.
 
Para aquela autoridade portuária, o Porto de Faro tem “muita importância” estratégica no contexto regional, por ter uma “centralidade geográfica e ter na sua envolvência uma cintura industrial ligada à produção e à indústria extrativa e transformadora”.
 
Nos últimos seis semestres, o Porto de Faro registou um aumento de exportação constante, sendo que, em 2012, se registou um total de carga exportada na ordem das 300.000 toneladas de carga. Este ano, esse número acresce para perto das 400.000 toneladas movimentadas, quase na totalidade para exportação, havendo um aumento de 30% em relação ao ano passado.
 
Num passado recente, o Porto de Faro teve uma importância estratégica regional no abastecimento de produtos petrolíferos, na medida em que, durante 40 anos, recebia os combustíveis para o Aeroporto Internacional de Faro e para as gasolineiras.
 
Agora, há um retomar da importância da estrutura apoiando a produção regional e a autoridade portuária estima que, em 2014, o crescimento e a dinâmica com o tecido empresarial se mantenham e que a exportação de cargas no Porto de Faro aumente para as 500.000 toneladas.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub