Inovação e Tecnologia

Porto 360º: Uma visita à Invicta sem sair de casa

Dar um passeio pelo Porto sem sair de casa é agora possível graças ao Porto 360º, um projeto criado por uma empresa nacional para homenagear o Melhor Destino Europeu 2012.
Versão para impressão
Dar um passeio pelo Porto sem sair de casa é agora possível – pelo menos, para quem quiser começar por conhecer (ou apenas rever) as zonas mais emblemáticas da cidade. Tudo graças ao projeto Porto 360º, criado por uma empresa portuguesa para homenagear aquele que foi escolhido como o Melhor Destino Europeu 2012.

por CATARINA FERREIRA
 

Depois de já terem desenvolvido e comercializado vários panoramas 360º e visitas virtuais para cidades de todo o mundo, os portugueses da spheroVision, com sede na Invicta, voltaram-se para as origens e quiseram parabenizar a cidade onde a empresa deu os primeiros passos.
 
“Quando foi divulgado pela European Consumers Choice que o Porto tinha ganho o título de Melhor Destino Europeu 2012 decidimos criar algo que fosse uma homenagem a este importante feito”, conta Miguel Lemos Rodrigues, responsável da spheroVision, em entrevista ao Boas Notícias.
 
“Pensámos no lançamento de uma campanha publicitária viral e cedo percebemos que tínhamos a matéria-prima ideal para homenagear a cidade…ou seja, o nosso trabalho!”, relembra.
 
Assim nasceu o Porto 360º, um “guia virtual” que condensa panoramas de alguns dos pontos de interesse locais. Atualmente, os utilizadores podem conhecer a Avenida dos Aliados, onde se ergue o edifício da Câmara Municipal, mas também o Palácio da Bolsa e a sua área envolvente, a Casa da Música, a Ponte D. Luís I com as zonas ribeirinhas de Porto e Gaia e ainda a vista da cidade do Porto a partir da Serra do Pilar.
 
Dada a recetividade que têm sentido, os mentores da iniciativa querem ir mais longe e estão já a preparar um modelo que permita fazer crescer o site e transformá-lo num verdadeiro guia, o mais completo possível.
 
“Claro que não podemos esquecer os clientes da spheroVision, são eles a nossa essência, mas a ideia de termos um cliente interno, isto é, um projeto próprio que divulgue a cidade agrada-nos imenso”, revela Miguel Lemos Rodrigues, acrescentando que a reação do público “tem sido magnífica”.
 

“Os portugueses e as gentes do Porto em particular têm um orgulho imenso no que é seu, pelo que temos assistido a um grande interesse não só de estrangeiros como de visitantes de origem portuense”, sublinha o responsável, que não coloca de parte a ideia de alargar a ideia a outras cidades portuguesas.”É perfeitamente possível replicar o conceito”, admite.
 
O Porto 360º está disponível em duas versões: pode ser consultado no computador, de forma tradicional, mas também em dispositivos móveis, mais concretamente no iPhone e no iPad. 
 
A versão “mobile” apresenta até uma caraterística especial quando visitada por meio de um destes aparelhos: à medida que os movemos, a imagem vai girando, dando a sensação de estarmos no local. “É uma experiência muito interessante”, garante Miguel.
 
Esta plataforma, que tem sido um sucesso, é apenas um exemplo da spheroVision, um projeto global que, para além de Portugal, tem unidades de negócio na Alemanha, na Holanda, na República Checa, no Brasil, no Canadá, nos EUA e na Austrália.

Uma empresa que chega aos quatro cantos do mundo
 

Segundo Miguel Lemos Rodrigues, há, naturalmente, “países que estão mais recetivos que outros a este tipo de tecnologia mas, de um modo geral, o interesse tem sido comum”.
 
“Esta forma global de atuação é muito importante, uma vez que nos permite estarmos sempre à procura de novas soluções e novas tecnologias, para que possamos servir bem os nossos clientes e estar sempre um passo à frente nesta área de negócio”, considera o responsável.
 
Até agora, o objetivo tem sido alcançado: o número de clientes por todo o mundo tem crescido “de forma sustentada e constante”, um crescimento que promete continuar. 
 
Porém, a spheroVision não esquece Portugal. O Porto 360 é um exemplo, mas não é tudo. “Como temos clientes em todo o país, seria para nós um gosto enorme poder desenvolver, em conjunto com parceiros locais, guias virtuais para outras regiões portuguesas”, conclui Miguel Lemos Rodrigues, deixando aberta a porta à possibilidade de ampliar o projeto.

Clique AQUI para aceder ao Porto 360º e dar início à visita.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório