Espetáculos e Exposições

Ponte da Barca vai ser capital da música folk e celta

Nos próximos dias 10 e 11 de Agosto, Ponte da Barca vai transformar-se na capital da música folk e celta acolhendo a 5ª edição do Festival Folk Celta, que anualmente tem levado até ao concelho artistas nacionais e internacionais de elevada qualidade.
Versão para impressão
Nos próximos dias 10 e 11 de Agosto, Ponte da Barca vai transformar-se na capital da música folk e celta acolhendo a 5ª edição do Festival Folk Celta, que anualmente tem levado até ao concelho artistas nacionais e internacionais de elevada qualidade.
 
Este ano, o cartaz do evento, que conta com o apoio da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal e da Rádio Difusão Portuguesa (RDP), inclui nomes portugueses, polacos e espanhóis e oferece ainda aos visitantes uma feira alternativa que acompanhará os dois dias de espetáculo.
 
De acordo com Vassalo Abreu, presidente da autarquia, o festival, a realizar na Praça Terras da Nóbrega (antigo Campo da Nucha) é uma das apostas do atual executivo barquense, tendo por objetivo “a divulgação do património tradicional e cultural do concelho, que tem fortes ligações à cultura celta”, um papel semelhante ao que desempenham os Congressos Transfronteiriços de Cultura Celta levados a cabo desde 2006.
 
O Festival arranca na sexta-feira com um espetáculo teatral no Largo do Curro (às 21.30h) ao qual se seguirá um concerto dos portugueses Magmell, cujas raízes passam principalmente pela música irlandesa, celta e ibérica. 
 
À banda nacional seguem-se os Briganthya, músicos do País Basco que pautam as suas obras com um “casamento perfeito entre o rock, a pop e a música folk e celta” e o encerramento do primeiro dia ficará a cargo dos polacos Beltaine, numa “mistura explosiva de improviso, espontaneidade, paixão e uma interação permanente com a audiência”. 
 
O segundo dia de festival contará com os nomes de José Barros e Navegante com Isabel Silvestre, Rui Júnior e José Manuel da David, que permitirão ao público revisitar grandes temas do cancioneiro tradicional português e outros originais.
 
Na mesma noite subirão ao palco os galegos Quempallou, com mais de 10 anos de existência enquanto banda, que em Ponte da Barca apresentarão o seu novo álbum “Vellas Novas”. O encerramento do festival vai ser em português com a atuação dos portuenses Pé na Terra.
 
Paralelamente aos espetáculos musicais, quem passar pelo festival poderá visitar uma Feira Alternativa onde poderá experimentar Yoga, Reiki e massagens terapêuticas, acupunctura, danças orientais e de outras partes do mundo e ainda adquirir produtos alternativos. 
 
Os espetáculos têm início às 22.00h e o bilhete diário tem um custo de 3€. Os interessados podem também optar por comprar um bilhete para os dois dias que, se adquirido previamente, custa 5€. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório