Sociedade

Piódão tenta travar despovoamento

Com apenas 70 residentes, a histórica aldeia de Piódão, no concelho de Arganil, continua a lutar contra a sua maior ameaça: a desertificação. As grandes apostas são o turismo e a produção e valorização de produtos endógenos, como a chanfana e o queij
Versão para impressão
Com apenas 70 residentes, a histórica aldeia de Piódão, no concelho de Arganil, continua a lutar contra a sua maior ameaça: a desertificação. As grandes apostas são o turismo e a produção e valorização de produtos endógenos, como a chanfana e o queijo de cabra.

Os difíceis acessos tornam esta localidade pouco atrativa para os jovens, que cedo procuram outras oportunidades no litoral. Mesmo as crianças “têm de se deslocar para fora do Piódão”, viajando de táxi e autocarro para a escola da Ponte das Três Entradas, em Oliveira do Hospital, explica o presidente da junta de freguesia, José Lopes, à agência Lusa.

“Na saúde, temos um médico de 15 em 15 dias, mas só na teoria. Às vezes passamos um mês ou dois sem médico”, lamenta José Lopes. Os doentes são então obrigados a dirigir-se ao Centro de Saúde de Arganil, a 40 quilómetros da aldeia. “Em situações mais graves, vão para Coimbra”.

A grande esperança de revitalização daquele local histórico reside no turismo. No passado mês de agosto, a movimentação foi muita: “Quase não sentimos a crise”, contou António Santos, sócio do restaurante Piódão XXI.

Também o facto de o Inatel ter instalado ali uma estalagem tem atraído bastantes visitantes, sendo que o turismo “vai tendo possibilidades de fixar algumas pessoas”, conforme revela o presidente da autarquia de Arganil, Ricardo Alves.

Em declarações à agência Lusa, José Lopes refere que os compartes e a junta de freguesia têm vindo a apostar na criação de cabras nos baldios – “já temos 200 e tal animais e a médio prazo esperamos chegar aos 400” – e salienta que “a qualidade do queijo é reconhecida”, o que justifica avançar com a construção de uma queijaria.

O consumo dos cabritos e a utilização dos animais velhos na confeção da tradicional chanfana são outras potencialidades da pastorícia na aldeia de Piódão.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório