Cultura

Pianista portuguesa apresenta-se no Carnegie Hall

A mítica sala de espetáculos nova-iorquina vai contar, esta sexta-feira, com a atuação da pianista lusa Maria João Pires, acompanhada pela Orquestra de Filadélfia.
Versão para impressão
A mítica sala de espetáculos nova-iorquina vai contar, esta sexta-feira, com a atuação da pianista lusa Maria João Pires, acompanhada pela Orquestra de Filadélfia. Em substituição do músico italiano Maurizio Pollini, ausente por motivos de saúde, a artista tem, esta noite, a oportunidade de subir ao palco do auditório Isaac Stern.
 
Usufruindo do apoio da orquestra norte-americana, que apela à crítica internacional para apresentar a portuguesa como “uma das mais celebradas e amadas pianistas a nível mundial”, Maria João interpretará o 2º Concerto para piano e orquestra de Frédéric Chopin.
 
A pianista começou a destacar-se nos anos 70 e celebrizou-se pela interpretação de Mozart e de vários compositores do Romantismo, nomeadamente Franz Schubert.

O seu percurso ascendente é, agora, marcado pelo acompanhamento por uma das cinco maiores orquestras norte-americanas, a par das de Nova Iorque, Chicago, Boston e Cleveland, que apresenta, entre diretores artísticos e musicais, nomes como Leopold Stokowski, Eugene Ormandy, Riccardo Muti e Christoph Eschenbach.

 
Previsto para as 20.00h locais, 1.00h de sábado em Portugal, o concerto irá decorrer no maior espaço do Carnegie Hall, com lotação para mais de 28 mil pessoas.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub