Ambiente

Peru oferece energia solar a dois milhões de famílias

Um novo programa lançado pelo governo do Peru vai fornecer a mais de dois milhões de famílias carenciadas eletricidade gratuita gerada através de painéis solares que serão instalados, sem quaisquer custos, nas suas casas.
Versão para impressão
Um novo programa lançado pelo governo do Peru vai fornecer a mais de dois milhões de famílias carenciadas eletricidade gratuita gerada através de painéis solares que serão instalados, sem quaisquer custos, nas suas casas. Ao mesmo tempo que facilita a vida dos agregados familiares, a iniciativa vai também ajudar a proteger o ambiente.
 
O “Programa Nacional de Electrificación Fotovoltaica Domiciliaria”, como foi batizado pelo Ministério da Energia e das Minas, vai levar eletricidade a casas extremamente pobres localizadas em áreas do país onde o acesso à rede elétrica é escasso (ou mesmo inexistente).
 
Citado pela agência EFE, Jorge Merino, ministro da Energia e Minas daquele país, explicou que a primeira fase do programa vai focar-se em fornecer painéis solares a mais de 500.000 famílias.
 
O projeto arrancou a semana passada em Contumaza, uma província peruana na região de Cajamarca, onde foram instalados 1.601 painéis solares. Até ao final de 2016, o governo estima que o programa vá dar a 95% de toda a população do país acesso à eletricidade.
 
“Este programa destina-se a ajudar as pessoas mais carenciadas, àqueles que não têm acesso a luz elétrica e ainda utilizam lâmpadas a óleo, gastando todos os seus recursos numa solução que prejudica a sua saúde”, afirmou Merino.
 
De acordo com as previsões, este programa de eletrificação fotovoltaica deverá custar ao governo cerca de 200 milhões de dólares (aproximadamente 152 milhões de euros). 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub