Inovação e Tecnologia

Peniche vai produzir energia a partir das ondas

Os Estaleiros Navais de Peniche (ENP) estão a concluir a construção de um projeto-piloto para criação de energia elétrica através das correntes marítimas. Esta inovação, de tecnologia finlandesa, já foi testada em terra, e estende-se por uma platafor
Versão para impressão
Os Estaleiros Navais de Peniche (ENP) estão a concluir a construção de um projeto-piloto para criação de energia elétrica através das correntes marítimas. Esta inovação, de tecnologia finlandesa, já foi testada em terra. A inauguração está prevista para esta Primavera.

São necessários apenas mais dois meses para terminar a montagem da estrutura metálica que mede 44 metros de comprimento e 16 metros de largura,  num total de 280 toneladas de peso.

Foram também implementadas asas de 13 metros de largura e 7 de altura que a corrente marítima irá movimentar e, assim, produzir energia.

“A eletricidade é gerada a partir do movimento de oscilação das asas instaladas na plataforma metálica que ficará submersa a mais de 12 metros de profundidade. Esse movimento resulta das correntes submersas que a passagem das ondas provocam nessa região” explica Álvaro Oliveira, Diretor Geral dos ENP, ao Boas Notícias.

Esta tecnologia, batizada de Waveroller, irá começar a funcionar até à próxima Primavera  e será capaz de  produzir 300 Kw de energia por hora, o que será suficiente para abastecer um aglomerado com cerca de dois mil habitantes.

Segundo o diretor-geral dos estaleiros, o custo total da plataforma – que é um projeto financiado pela Comunidade europeia – está avaliado em 6 milhões de euros e vai trazer aos Estaleiros Navais de Peniche uma receita de cerca de um milhão e 150 mil euros.

[Notícia sugerida por Marta Correia]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório