Sociedade

Penamacor: Idosas aprendem defesa pessoal

É uma forma de ganharem autoconfiança e estarem ativas. Um grupo de idosas de Penamacor está a aprender técnicas de defesa pessoal, graças a um instrutor que todos os sábados partilha, voluntariamente, os seus conhecimentos.
Versão para impressão
É uma forma de ganharem autoconfiança e estarem ativas. Um grupo de idosas de Penamacor está a aprender técnicas de defesa pessoal, graças a um instrutor que todos os sábados partilha, voluntariamente, os seus conhecimentos.
 
O instrutor Alberto Mariano ensina a mais de dez mulheres, com idades a rondar os 70 anos ou mais, truques que podem usar “em último recurso”, numa situação de risco.
 
Pode faltar agilidade “para fazer a espargata”, mas “há técnicas específicas” que a população sénior pode usar: “por exemplo, quem já não levanta bem o pé, pode magoar a canela de um agressor”, conta o instrutor à agência Lusa.
 
Numa só tarde, Filomena Pires, de 74 anos, aprendeu a usar o movimento de braços com que despe uma camisola para afastar os braços de um estrangulador.  Filomena descobriu ainda, entre outros truques, que basta girar o pulso para fugir de quem a agarra.
 
Mais saúde e menos solidão
 
Filomena confessa que não costuma passar por situações de medo, já que nunca anda sozinha, mas desde que frequenta as aulas sente-se “mais segura”, já para não falar de como se sente melhor ao nível dos ossos: “até quarta-feira já sei que não vou ter dores”.
 
As aulas já conseguiram mudar a rotina destas idosas, como descreve Maria de Jesus Tomé, 69 anos. Antigamente “ficava em casa” ou encontrava-se com amigas no café da aldeia, onde passavam a tarde. Agora, “junta-se o útil ao agradável: o convívio, o exercício físico e as noções de defesa pessoal”.
 
As aulas decorrem na sede da Associação Solidariedade Sem Fronteiras. Este grupo solidário nasceu em 2009, depois de a presidente ter participado numa ação humanitária em Moçambique, após a qual decidiu congregar o trabalho de voluntários em prol da região onde nasceu. 

Cerca de 20 colaboradores apoiam atividades que incluem “uma loja social aberta em Penamacor”, com recolha e distribuição de donativos junto dos mais carenciados.
 
[Notícia sugerida por Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub