Cultura

Pedro Soares: A nova revelação nas imitações

Nem toda a gente se pode gabar de, ainda na adolescência, descobrir a sua paixão. Pedro Soares tinha apenas 14 anos quando fez a sua primeira imitação: a voz de Paulo Portas.
Versão para impressão

Nem toda a gente se pode gabar de, ainda na adolescência, descobrir a sua paixão. Pedro Soares tinha apenas 14 anos quando fez a sua primeira imitação: a voz de Paulo Portas. Agora, com 17 anos, este jovem de Braga já imita quase 20 vozes e o seu talento está a dar que falar. 

Já esteve várias vezes na RTP (Praça da Alegria, 5 para a Meia-noite, entre outros programas), teve direito a uma grande reportagem na Notícias Magazine (revista do DN e JN), e esta quarta-feira é convidado da SIC e da SIC Radical. Apesar de ter apenas 17 anos, o talento de Pedro Soares já não passa despercebido.

O seu mais recente vídeo, colocado no YouTube e intitulado “17 anos, 17 imitações”, onde Pedro exibe as suas melhores imitações do momento, já tem quase 300 mil visualizações. Mas, em entrevista ao Boas Notícias, o jovem imitador explica que já está a trabalhar em 10 vozes novas.

Aos 14 anos, Pedro Soares descobriu o seu talento para fazer imitações. “Estava a ver o Paulo Portas a falar na assembleia e, por brincadeira, comecei a imitar o discurso dele. Depois mostrei aos meus pais para eles tentarem adivinhar quem era… E eles adivinharam”, conta o imitador.

“Desde aí comecei a aumentar o número de imitações”, acrescenta Pedro, explicando que uma das ferramentas que utiliza mais para treinar é o YouTube: “Ali posso ver e rever os vídeos das pessoas para analisar os tiques, o sotaque, a entoação… É uma ferramenta muito útil”.

Os mais difíceis: Alberto João, Rebelo de Sousa e Jorge Jesus

E se “todas as vozes são diferentes”, a verdade é que umas são mais difíceis do que outras: “As imitações que me cansam mais a voz são as de José Hermano Saraiva e de João Malheiro mas os que me custaram mais a chegar a um resultado satisfatório foram o Alberto João Jardim, o Marcelo Rebelo de Sousa e o Jorge Jesus”.

Os textos são preparados pelo próprio Pedro Soares – muitas vezes de improviso – que consegue resumir a essência de cada personalidade, com pertinência e ironia. E, mesmo de improviso, não se atrapalha, como prova a imitação que fez de Cavaco Silva, a pedido do Boas Notícias (ouvir imitação no primeiro clip do texto), onde o “Primeiro-ministro” faz referência à capacidade de poupança da primeira-dama “Mariazinha”.

Entre as estrelas do humor, em Portugal, admira “os textos e a versatilidade” de Ricardo Araújo Pereira, mas ao nível das imitações, a sua “referência desde sempre” é Luís Franco Bastos. Também Bruno Ferreira, diretor de vozes do Contra Informação, teve um papel fundamental na evolução do jovem imitador bracarense. “Deu-me alguns conselhos que foram importantes para me ajudar a crescer enquanto imitador”, sublinha Pedro.

“Quero tentar a minha sorte neste ramo”

Pedro ainda está no 12º ano. Quando acabar o liceu pretende ingressar no curso superior de Comunicação Social mas as imitações continuarão a ser uma aposta e uma paixão. “Quero tentar a minha sorte neste ramo mas tenho a noção que é algo complicado que exige muito trabalho e sorte, por isso vou seguir o curso superior”.

Mas com o talento e a maturidade que revela, ainda com 17 anos, tudo indica que “as vozes” de Pedro Soares continuarão a brilhar e talvez o curso superior venha a ser apenas um complemento a uma carreira de sucesso na área das imitações.

Quem quiser, pode ver este jovem promissor ao vivo no dia 10 de Fevereiro em Oliveira de Azeméis, dia 10 de Março em Braga e dia 3 de Março em Almada, juntamente com Quim Roscas (João Paulo Rodrigues) e Zeca Estacionâncio (Pedro Alves).

Clique AQUI para aceder ao Facebook de Pedro Soares e estar a par das últimas novidades do humorista e imitador.

[Artigo sugerido por Elsa Martins]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório