Sociedade

PEC causa impressão positiva na UE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) está satisfeito com o Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) apresentado pelo governo português como resposta no combate ao défice público. Quem o garantiu foi a própria porta-voz do FMI, Caroline Atkinson, ao
Versão para impressão
O Fundo Monetário Internacional (FMI) está satisfeito com o Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) apresentado pelo governo português como resposta no combate ao défice público. Quem o garantiu foi a própria porta-voz do FMI, Caroline Atkinson, ao afirmar que  o Plano de Estabilidade e Crescimento português parece “forte” e “apropriado” em termos gerais.” 

A porta-voz do FMI elogiou ainda o caráter realista do Plano, mas sublinhou que o seu sucesso depende da implementação das medidas anunciadas. A OCDE e a Comissão Europeia já fizeram também uma avaliação positiva da estratégia portuguesa para consolidar as contas públicas. O PEC foi apresentado há 10 dias e ainda não foi debatido no Parlamento.

Para reduzir o défice público de 8,3 por cento do PIB para 2010 para 2,8 por cento em 2013, o plano propõe algumas medidas como o congelamento de salários dos funcionários públicos; novos limites às prestações sociais; aumento de escalão de IRS para rendimentos anuais acima de 45 mil euros; fim de benefícios fiscais;  privatizações e suspensão de alguns investimentos públicos.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório