Mundo

Paris quer transformar estações de metro abandonadas

Em Paris, Nathalie Kosciusko-Morizet, candidata às eleições autárquicas da 'cidade da luz', está a trabalhar com a dupla de arquitetos Manal Rachdi e Nicolas Laisné e a pensar nas melhores hipóteses de recuperação das estações de metro fantasma da ca
Versão para impressão
Em Paris, Nathalie Kosciusko-Morizet, candidata às eleições autárquicas da 'cidade da luz', está a trabalhar com a dupla de arquitetos Manal Rachdi e Nicolas Laisné e a pensar nas melhores hipóteses de recuperação das estações de metro fantasma da capital francesa. Os primeiros esboços foram divulgados a semana passada e estão a correr a Internet, de tão surpreendentes que são.

As ideias de transformação daqueles espaços, negligenciados há já cerca de 75 anos, passam por acabar com a solidão que ali se instalou e fazer reviver as primeiras estações de metro parisienses com, por exemplo, piscinas subterrâneas, magníficos restaurantes, auditórios, teatros, galerias e clubes noturnos. 


As propostas visuais apresentadas pela candidata têm vindo a impressionar todos aqueles que as encontram, na Internet, desde a semana passada. Depois de vários anos a ser usadas para filmagens e arrecadação do metropolitano local, as sugestões de transformação daqueles locais são, em tudo, promissoras. 

Segundo o site oficial, caso ganhe as eleições e venha a tornar-se a primeira mulher à frente da Câmara Municipal de Paris, Kosciusko-Morizet, de 40 anos, quer lançar uma plataforma colaborativa onde arquitetos e designers possam apresentar e trocar ideias para restruturação daqueles espaços, encerrados há vários anos pela fraca afluência de passageiros.


Para já, o projeto de recuperação prevê oito das estações-fantasmas esquecidas debaixo da cidade de Paris: Champ de Mars, Arsenal, Porte Molitor, Haxo, Croix Rouge, Porte des Lilas, Saint Martin et Martin Nadaudso. Ainda com o trabalho numa fase incial, a candidata compromete-se a aceitar todo o tipo de propostas e ideias que os interessados queiram partilhar consigo via Twitter.

Saiba mais AQUI.

Notícia sugerida por Maria da Luz e Vítor Fernandes
 

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub