Cultura

“Pare, Escute, Olhe” nos cinemas

Premiado na categoria de Melhor Documentário Português no DocLisboa 2009, "Pare, Escute, Olhe", o segundo filme realizado por Jorge Pelicano, já pode ser visto nas salas de cinema nacionais selecionadas em Lisboa e no Porto. O documentár

Versão para impressão
Premiado na categoria de Melhor Documentário Português no DocLisboa 2009, “Pare, Escute, Olhe”, o segundo filme realizado por Jorge Pelicano, já pode ser visto nas salas de cinema nacionais selecionadas em Lisboa e no Porto. O documentário expõe o risco de encerramento definitivo da centenária ferrovia do Tua (Bragança), também considerada uma das três mais belas da Europa.

A longa metragem alerta ainda para o anúncio da construção de uma barragem que ameaça inundar a linha ferroviária do vale do Tua, através de uma viagem pelo Portugal profundo, esquecido e isolado, no único distrito do país sem um único quilómetro de auto-estrada.





“Pare, Escute, Olhe” recupera imagens de arquivo associadas às decisões governamentais tomadas nos anos 90 e que ditaram o fecho de metade da ferrovia do Tua, responsável pela ligação entre Bragança e Mirandela.

Entre 2007 e 2009, Jorge Pelicano – que se estreou como realizador em 2006 com “Ainda há pastores?” – procurou as vozes do povo transmontano que denuncia as dificuldades que tem no acesso a serviços e produtos básicos de primeira necessidade. Por isso, o documentário associa-se à causa “Save Tua”, gerida por várias entidades empenhadas na defesa do património do Vale do Tua. 

Com música original composta e interpretada por Manuel Faria e Frankie Chavez, o documentário pode ser visto em Lisboa nos cinemas Amoreiras, City Classic Alvalade e também em Gondomar, no cinema Parque Nascente.

Mais informações em www.pareescuteolhe.com

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório