Sociedade

Pão vai ter menos sal a partir de agosto

A partir do dia 12 de agosto a venda de pão com menos sal vai passar a ser obrigatória, segundo anunciou o diretor-geral de saúde Francisco George. A redução de sal no pão vai "ter reflexos na pandemia de hipertensão arterial, a maior de todas", afir
Versão para impressão
A partir do dia 12 de agosto a venda de pão com menos sal vai passar a ser obrigatória, segundo anunciou o diretor-geral de saúde Francisco George. A redução de sal no pão vai “ter reflexos na pandemia de hipertensão arterial, a maior de todas”, afirmou o mesmo responsável.

O projeto de lei aprovado estabelece que o teor máximo de sal no pão, após confeccionado seja de 1,4 gramas por 100 gramas de pão (ou seja, 14 gramas de sal por quilo de pão).

A Direcção-Geral de Saúde pretende apoiar os panificadores que têm um período de um ano para se adaptarem.

“Numa perspetiva pedagógica, vamos pôr as panificadoras a pedalar neste sentido e prepará-las” para as novas normas, sintetizou Francisco George ontem ao jornal PÚBLICO na cerimónia de entrega no Prémio Nacional de Saúde.

Um estudo de 2007 caraterizou o pão português como dos mais salgados da Europa. Na alimentação em geral, os portugueses consomem o dobro da quantidade diária de sal recomendada pela OMS (cinco gramas).

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório