Mundo

Palestina entra na UNESCO

NULL
Versão para impressão
A Palestina tornou-se, esta segunda-feira, membro pleno da UNESCO. A conferência geral do organismo pronunciou-se a favor da adesão do país, na sequência de uma recomendação do conselho executivo.

A proposta foi aprovada com 107 votos a favor (dois terços dos membros da organização), entre eles os do Brasil, França, Rússia, China, Índia e África do Sul.

Os EUA, por seu lado, integram o grupo de 14 países que se opuseram a esta adesão e ameaçaram mesmo cortar o financiamento à UNESCO caso a Palestina deixasse o estatuto de membro observador, que mantivera até agora.

Portugal absteve-se na votação, à semelhança de outras 51 nações. De acordo com Paulo Portas, ministro dos Negócios Estrangeiros, o voto português foi um “voto europeu” para aceder ao pedido que as altas entidades da União Europeia efetuaram no sentido da abstenção dos seus estados-membros.

A Palestina torna-se, assim, o 195º membro da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, entidade criada em 1945.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório