Gastronomia

Ovos-moles de Aveiro têm selo de qualidade

O doce conventual típico da cidade da ria tornou-se no primeiro produto de doçaria a ser certificado em Portugal. A partir de agora, os ovos-moles são comercializados com uma espécie de "selo de qualidade", para que os consumidores saibam que estão a
Versão para impressão
O doce conventual típico da cidade da ria tornou-se no primeiro produto de doçaria a ser certificado em Portugal. A partir de agora, os ovos-moles são comercializados com uma espécie de “selo de qualidade”, para que os consumidores saibam que estão a comprar o produto genuíno e confecionado de acordo com todas as normas.

A certificação vem impedir a falsificação do doce regional, já que o “o selo que um código de barras e está numerado, portanto, não dá para falsificar”. Os produtores regionais são, desta forma, salvaguardados e, por isso, a medida é aplaudida por ana Soeiro, secretária-geral da Qualifica (Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses).

“Todos ficam a ganhar: o país, que vê uma peça do seu património cultural reconhecida; os produtores, que vêem o seu trabalho compensado; e os consumidores, que passam a ter a certeza do que estão a comer”, explica ao jornal Público.

Rui Almeida, gerente da Fabridoce, fábrica que produz cerca de 70 toneladas de ovos-moles por ano, também concorda: “Além de todas as garantias de qualidade, este selo poderá levar a combater esse receio que muitos consumidores tinham de comprar ovos-moles fora de Aveiro”.

“Existiam casos de produtores que faziam creme de ovos, tipo o creme da bola-de-berlim, e vendiam como ovos-moles. Agora acabou”, revela ainda ao Público.

O número de confeitarias ou unidades de produção já sujeito ao processo de auditorias para a obtenção da certificação ascende a um total de quinze.

A adesão é voluntária, mas Francisco Silva, presidente da Associação de Produtores de Ovos Moles (APOMA), acredita que todos os associados (mais de 30) acabarão por avançar para a certificação, até porque só quem apresentar um produto devidamente certificado pode vender o seu doce com a designação ovos-moles de Aveiro. Caso contrário, a única solução passa por escolher outra designação para o produto.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório