Gastronomia

Os 300 melhores sítios para comer e comprar em Lisboa

NULL
Versão para impressão
O guia “Lisboa à Mesa – Onde Comer, Onde Comprar” é o mais recente GPS gastronómico da cidade. O livro apresenta cerca de 300 restaurante e lojas considerados pelo autor, Miguel Pires, os melhores de Lisboa.

Para conseguir concretizar esta aventura, o crítico gastronómico Miguel Pires vagueou durante dois anos pela cidade. No livro apresenta um total de 180 restaurantes, tascas e geladarias, e 100 locais de compras que se destinam a um público vasto. O autor teve o cuidado de escolher locais acessíveis a várias carteiras.

“Procurei restaurantes de todas as faixas de preços porque apesar da atual crise económica, continuará a existir, em Lisboa, público para todo o tipo de restaurantes. No entanto, não podia ser insensível à atual conjuntura e por isso tive o cuidado de procurar locais com preços acessíveis, como se poderá verificar no quadro abaixo, em que metade dos restaurantes indicados se situa abaixo dos 25 €”, explica no blog do Guia.

A ideia partiu de um amigo que lhe perguntou se não achava interessante criar um guia de restaurantes da cidade. Miguel Pires refletiu e partiu à redescoberta da cidade.

“Há mais de 20 anos que vagueio por esta cidade que amo (com todos os seus defeitos e virtudes) e muitos desses passeios foram realizados em busca de restaurantes, cafés, tascas, esplanadas, produtos, ingredientes, aromas e culturas diferentes. Esta era uma nova oportunidade, com um objetivo concreto, para continuar a sentir o pulso à cidade e continuar a conhecer as diferentes «Lisboas» que existem em Lisboa. Não havia como não aceitar o desafio”, explica o autor.

Para personalizar o Guia, Miguel Pires criou um fator X, “uma espécie de valor gastronómico acrescentado”. O objetivo deste elemento surpresa é acrescentar qualquer coisa à descrição do local que o público comum não saiba. “Pode ser um segredo, uma piada, um fait divers, uma sugestão, uma receita, um produto, uma pessoa que frequenta o local, a melhor mesa”.

Para ajudar o leitor, o livro está dividido por ordem alfabética, e também por zonas geográficas e preços. Para isso, o autor dividiu a cidade em 15 zonas e usou nomes de fácil identificação para o público. Miguel Pires criou ainda um blog, que vai acompanhar a evolução dos locais, noticiando os que entretanto fechem ou se alterem.

Clique AQUI, para aceder ao blog.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório