Saúde

Orgasmo previne problemas do sistema nervoso

O orgasmo feminino desencadeia respostas do cérebro apelidadas pelos cientistas como "sinfonia do cérebro" ou "espetáculo de pirotecnia". Isto significa que, para além dos benefícios físicos já conhecidos, este 'fenómeno' pode conduzir à prevenção de
Versão para impressão
O orgasmo feminino desencadeia respostas do cérebro apelidadas pelos cientistas como “sinfonia do cérebro” ou “espetáculo de pirotecnia”. Isto significa que, para além dos benefícios físicos já conhecidos, este 'fenómeno', dizem os especialistas, pode conduzir à prevenção de doenças do sistema nervoso.

Tal como o Boas Notícias já tinha noticiado, um estudo da Universidade de Rutgers em Nova Jersy, Estados Unidos, divulgado em 2011, analisou o que acontece no cérebro feminino no momento do orgasmo.

Os 'scanners' de ressonância magnética utilizados durante o estudo registaram atividade em mais de 30 áreas distintas do cérebro, sobretudo no córtex pré-frontal, e identificaram altos níveis de oxigénio em todo o órgão.

Esta semana, em declarações à BBC, a psicóloga Ana Luna confirma que esse sangue oxigenado flui pelo corpo, chegando aos sensores da pele e a outros órgãos, o que desencadeia vários benefícios para o organismo. O facto do orgasmo ser, também, uma descarga de tensões que o ser humano acumula torna este ato fisiologicamente importante.

A ausência de orgasmo e prazer sexual, declara Ana Luna, torna a “pessoa irritadiça, triste, rabugenta” e até pode causar “dificuldade em sorrir”, uma vez que tem impactos no sistema nervoso.

Magdalena Salamanca , psicanalista espanhola especializada em sexo, acrescenta, também em declarações à BBC, que a ausência do prazer sexual pode promover vários transtornos mentais como, por exemplo, a ansiedade. “O orgasmo é importante porque é a satisfação de um dos instintos mais importantes do ser humano, que é o sexual”, explica.

A investigação realizada pela Universidade Rutgers corrobora as afirmações destas duas especialistas, revelando como a atividade cerebral se propaga por todo o sistema límbico. Este sistema, relacionado com a personalidade, é o responsável pelas emoções demonstradas pelos seres humanos.

Clique AQUI para aceder ao estudo da Universidade de Rutgers citado na revista New Scientist.

[Notícia sugerida por Patricia Guedes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub