Mundo

ONU: Portugal reclama mais mar

A Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC) vai apresentar em abril perante a ONU, em Nova Iorque, uma proposta para o alargamento do limite da plataforma continental portuguesa para além das 200 milhas.
Versão para impressão
A Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC) vai apresentar em abril perante a ONU, em Nova Iorque, uma proposta para o alargamento do limite da plataforma continental portuguesa para além das 200 milhas.

Se a reivindicação dos limites da plataforma continental for aceite, Portugal ficará assim com mais 2,150 milhões de quilómetros quadrados, uma dimensão idêntica à área terrestre de muitos países europeus juntos. Este alargamento diz respeito ao fundo marinho e representa inúmeras potencialidades económicas e científicas para Portugal.
 
Até agora 51 países apresentaram propostas semelhantes, a de Portugal será a 44ª a ser analisada pela Comissão de Limites da Plataforma Continental. “Face ao historial todo de outros processos, face à justificação que Portugal põe em cima da mesa, acreditamos que a nossa probabilidade de sucesso é muito grande”, frisou Manuel Pinto de Abreu, coordenador da EMEPC.
 
Ouro sobre azul

Uma das potencialidades que podem vir a ser exploradas por Portugal é a extração petrolífera.  Existem, no entanto, outros setores com potencial, como refere Pinto de Abreu.

“Para mim a grande ‘mais-valia’ está na parte dos recursos biológicos, na biotecnologia azul. A farmacêutica associada a estes processos envolve hoje centenas de milhões de euros quando falamos de medicamentos produzidos a partir de espécies descobertas nestas novas áreas”, disse.

A importância do projeto ganha relevância por permitir uma maior projeção internacional de Portugal, mais investigação e melhor conhecimento científico com recurso a novas tecnologias.

O processo espera-se que esteja terminado em 2016 já que a requisição pode demorar entre três a cinco anos a ser oficializada. Portugal conta atualmente com uma plataforma de 1,85 milhões de quilómetros quadrados.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório