Saúde

ONU e OMS unem-se contra a sinistralidade rodoviária

NULL
Versão para impressão
Na quarta-feira, será lançado em todo o mundo um programa para a redução dos acidentes de trânsito, que resulta da ação conjunta das Nações Unidas (ONU) e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Também em Portugal serão apresentadas novas medidas contra a sinistralidade rodoviária.

Em declarações à agência Lusa, o diretor geral de Saúde, Francisco George, defende o aconselhamento nas unidades de saúde sobre segurança rodoviária.

“Tal como nos serviços de saúde as enfermeiras e os médicos aconselham os pais a cumprir o plano de vacinação para os filhos, devemos investir mais tempo nas recomendações, nos conselhos que visam garantir mais segurança, a começar mesmo durante a gravidez”.

“Estes cuidados têm de ser repetidamente transmitidos, quer à mãe, quer ao pai, uma vez que ainda se verificam muitos acidentes em crianças que podem ser evitados com medidas que fazem parte do rol de conselhos que nós conhecemos nas unidades de saúde”, alertou o responsável.

O diretor geral da Saúde lembrou ainda que “há todo um conjunto de aspetos que não se limitam à ingestão de álcool e a prevenção rodoviária não pode estar circunscrita a isto, porque há conselhos que podem ser reforçados e prevenir acidentes”.

Já o presidente da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M), Manuel João Ramos, declarou que o programa a ser apresentado na quart-afeira “vai surtir efeito”, desde que não seja como outros que “ficam muito bem no papel e depois não há responsabilização dos decisores políticos pelo não cumprimento”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório