Mundo

OMS lança rede de cidades amigas do idoso

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou, a 29 de junho, uma rede mundial de cidades amigas das pessoas idosas, tendo em conta o rápido envelhecimento das populações, registado a nível global. O objetivo é criar ambientes urbanos que permitam que
Versão para impressão
A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou, a 29 de junho, uma rede mundial de cidades amigas das pessoas idosas, tendo em conta o rápido envelhecimento das populações, registado a nível global. O objetivo é criar ambientes urbanos que permitam que os idosos permaneçam ativos e saudáveis participantes na sociedade.

A iniciativa surgiu em 2006, tendo sido iniciado um trabalho de pesquisa em 33 cidades mundiais, para apurar quais os elementos urbanos fundamentais que sustentam um envelhecimento ativo e saudável. 

O acesso aos transportes públicos, a existência de espaços ao ar livre e alojamento adequado, apoio comunitário e serviços de saúde são alguns dos mais importantes fatores que possibilitam uma participação ativa na sociedade, por parte das camadas seniores.

“As populações idosas são um recurso vital – e muitas vezes subestimado – recurso para as famílias e para a sociedade em geral. A sua contribuição só poderá ser concretizada em pleno se se mantiverem saudáveis e se forem quebradas as barreiras que os impeçam de participar ativamente na vida familiar e comunitária”, salientou o Dr. John Beard, da OMS, em comunicado oficial.

Austrália, Bélgica, Canadá, Eslováquia, Espanha, EUA, França, Irlanda, Japão, Reino Unido e Suíça são os países que participam nesta rede.

[Notícia sugerida por Pedro Rui Costa]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório