Saúde

Óleos de peixe protegem o coração contra o stress

A ingestão de suplementos de óleo de peixe pode proteger o coração em situações de stress. A conclusão é de um estudo recente de uma equipa de investigadores da Michigan Technological University, nos EUA, que vem reforçar trabalhos anteriores.
Versão para impressão
A ingestão de suplementos de óleo de peixe pode proteger o coração em situações de stress. A conclusão é de um estudo recente de uma equipa de investigadores da Michigan Technological University, nos EUA, que vem reforçar trabalhos anteriores que já tinham, igualmente, comprovado a importância destes suplementos para a saúde cardiovascular.
 
O estudo foi coordenado por Jason Carter, investigador norte-americano que analisou 67 voluntários saudáveis que foram convidados a ingerir, por dia, nove gramas de óleo de peixe ou um placebo (nove gramas de azeite) ao longo de um período de dois meses. No início e fim da experiência, todos os voluntários foram submetidos à medição do ritmo cardíaco, pressão arterial e outros parâmetros relevantes. 
 
No final do ensaio, ambos os grupos realizaram um teste de aritmética envolvendo a adição e subtração mental de números. Durante o procedimento, a resposta ao stress foi medida e aqueles que tinham tomado suplementos de óleo de peixe ao longo de várias semanas mostraram uma reação mais suave ao stress ao nível do ritmo cardíaco e da atividade do sistema nervoso simpático em comparação com os restantes. 
 
“Os resultados provam que os óleos de peixe podem ter um efeito protetor da função cardiovascular em momentos de stress mental, uma descoberta que constitui mais uma peça no puzzle que defende que a ingestão destes óleos ajuda o coração a manter-se saudável”, explica Jason Carter, cujo estudo foi publicado na revista científica American Journal of Physiology, em comunicado. 

Alimentos naturais ricos em ómega-3 são a opção ideal
 

O estudo vem sustentar as evidências crescentes de que o óleo de peixe – em especial os ácidos gordos ómega-3 – têm efeitos positivos na saúde humana, em particular no sistema nervoso e cardiovascular. Segundo Carter, as conclusões da investigação sugerem “interações importantes entre o óleo de peixe e o stress mental que podem contribuir para descobrir as origens do stress”. 
 
“Na sociedade acelerada atual, o stress é tão certo como a morte e os impostos”, considera coordenador do estudo. “Além disso, os nossos hábitos alimentares deterioraram-se. Este estudo reforça que os óleos de peixe podem ser benéficos para a saúde cardiovascular, particularmente quando estamos expostos a situações stressantes”, acrescenta.
 
Jason Carter aconselha todos aqueles que ainda não os tomam a “considerar a toma de suplementos de óleo de peixe ou, melhor ainda, consumir alimentos naturais ricos em ómega-3”, como o salmão ou as sardinhas. 
 
Os próximos estudos da equipa poderão concentrar-se na análise dos efeitos da toma de óleo de peixe por períodos de tempo mais longos e dos efeitos que produzem em populações mais velhas com doenças cardiovasculares. 

Clique AQUI para aceder ao estudo completo (em inglês). 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub