Sociedade

Oitenta fuzileiros controlam praias sem vigilância

NULL
Versão para impressão

Dando continuidade às missões de interesse público que a Marinha tem vindo a desenvolver, este ano os fuzileiros voltam a colaborar com a Autoridade Marítima disponibilizando 80 homens para vigiar e dar apoio às praias sem concessão do país, tanto no território continental como nos Açores.

Segundo explicou o comandante Santos Fernandes ao Boas Notícias, os 80 fuzileiros – que têm valência de nadador-salvador como é exigido por lei – serão dividos em dois períodos distintos: de 1 de julho a 15 de agosto e dessa data até 30 setembro, cobrindo toda a época balnear.

A vigilância será feita em parceria com a Polícia Marítima e vai abranger 380 quilómetros de praias não vigiadas. A distribuição dos homens pelas praias terá em “consideração o número de banhistas e a extensão da área de cada capitania”, sublinha o comandante.

Esta parceria da Marinha com a Autoridade Marítima Nacional arrancou o ano passado tendo registado um primeiro balanço muito positivo. Só em 2010, estas equipas efetuaram 43 salvamentos, 293 assistências, 38 buscas com sucesso a crianças perdidas, 231 assistências de primeiros socorros, tendo sido percorridos cerca de 25.000 quilómetros durante as diversas missões.

Apesar do sucesso desta assistência, a Marinha sublinha, em comunicado a importância de “uma cultura de segurança para que não ocorram acidentes desnecessários”, apelando a que “todos cumpram escrupulosamente as regras e recomendações do Instituto de Socorro a Náufragos (ISN) porque “salvar uma vida também depende de si”.

Veja abaixo as instruções do INS para ter um verão seguro.

Regras de Segurança
 

  1. Frequente praias vigiadas
  2. Respeite os sinais das bandeiras e as indicações dos Nadadores Salvadores
  3. Vigie as suas crianças permanentemente e de distancia próxima
  4. Procure sempre tomar banho acompanhado
  5. Nade paralelamente á praia não se afastando demasiado da costa
  6. Nunca efectue saltos para a água a não ser em local vigiado e especialmente destinado a esse efeito
  7. Não hesite em pedir socorro quando em dificuldades

 
Recomendações
 

  1. Evite o choque térmico molhando-se progressivamente
  2. Respeite um intervalo de 3 horas após uma refeição normal antes de tomar banho
  3. Previna a desidratação e a hipoglicemia pela ingestão espaçada de frutas, bebidas não alcoólicas e alimentos ligeiros
  4. Nunca tome banho e/ou nade sob (ou ressaca) de drogas ou álcool

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório