Sociedade

Oeiras renova frente ribeirinha

A frente ribeirinha de Oeiras entre a Cruz-Quebrada e o Dafundo irá sofrer obras de renovação numa área que totaliza os 27,6 hectares. Para esta zona está prevista a construção de uma marina, piscina municipal e hotel, bem como zonas de habitação e c
Versão para impressão
A frente ribeirinha de Oeiras entre a Cruz-Quebrada e o Dafundo irá sofrer obras de renovação numa área que totaliza os 27,6 hectares. Para esta zona está prevista a construção de uma marina, piscina municipal e hotel, bem como zonas de habitação e comércio.

A autarquia de Oeiras impôs à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, entidade responsável pelo plano de pormenor, a inclusão da “Marina do Jamor”, um equipamento hoteleiro, uma piscina municipal, a construção de uma ligação viária entre a CRIL (Circular Regional Interior de Lisboa) e a CREL (Circular Regional Exterior de Lisboa), a requalificação da estação ferroviária da Cruz Quebrada, e a concretização de um conjunto de equipamentos de habitação, turismo e comércio.

A futura Marina do Jamor terá capacidade para uma frota de 200 embarcações, até aos 18 metros, bem como equipamentos de apoio e comércio associados. No que diz respeito ao equipamento hoteleiro, a área bruta concedida deverá aproximar-se dos 14 mil metros quadrados.

O plano de pormenor será desenvolvido durante os próximos nove meses.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório