Sociedade

O. Azeméis quer poupar 91 mil euros em eletricidade

NULL
Versão para impressão
Oliveira de Azeméis pretende reduzir os custos de iluminação pública no município através da aplicação de tecnologia LED e de reguladores de fluxo luminoso, o que permitirá, segundo a autarquia, uma poupança anual superior a 91 mil euros.
 
Com vista a este objetivo, a Câmara Municipal candidatou-se já ao Programa Operacional Regional do Norte (ON2) que, caso aprove a proposta, comparticipará em 80% o investimento em equipamentos, que rondará o meio milhão de euros.
 
De acordo com os responsáveis autárquicos, em 15 anos – o tempo considerado útil das tecnologias que se pretende instalar – será possível uma poupança de 1,3 milhões de euros.
 
O primeiro passo já foi dado numa das ruas da cidade, a rua Bento Landureza, e o propósito é estender o novo tipo de iluminação a várias artérias de Oliveira de Azeméis numa dupla perspetiva: reduzir a fatura energética e melhorar a qualidade do serviço à população.
 
Segundo informação do site da autarquia, existe “um elevado potencial de poupança” e a qualidade do serviço poderá ser incrementada por meio da remodelação dos circuitos de iluminação existentes.
 
Nesse sentido, a câmara prevê a substituição de cerca de 300 lâmpadas atuais por outras de tecnologia LED e a instalação dos reguladores, mas também a troca de células fotoelétricas por relógios astronómicos.
 
Em 2010, Oliveira de Azémeis gastou 850 mil euros com iluminação pública, o que representa 70% dos custos da Câmara Municipal.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório