Sociedade

Número de nascimentos aumentou em 2010

No ano passado registaram-se mais de 100 mil nascimentos, um aumento significativo face a 2009, quando se atingiu um mínimo histórico de natalidade em Portugal. Trata-se de um valor surpreendente, tendo em conta as crescentes dificuldades financeiras
Versão para impressão
No ano passado registaram-se mais de 100 mil nascimentos, um aumento significativo face a 2009, quando se atingiu um mínimo histórico de natalidade em Portugal. Trata-se de um valor surpreendente, tendo em conta as crescentes dificuldades financeiras com que as famílias se debatem, em tempo de crise.

Os dados foram avançados à TSF por Rui Vaz Osório, coordenador da Comissão Nacional do Diagnóstico Precoce e Geneticista do Instituto de Genética Médica Jacinto Magalhães, para quem estas são “ótimas notícias”.

“Haverá este ano entre 1900 e 2000 nascimentos a mais do que no ano passado [2009]”, disse o responsável àquele órgão de comunicação social, reconhecendo, contudo, “uma certa dificuldade em compreender [este números], tendo em conta o período que vivemos de crise e pressão”.

Em 2009, o número de nascimentos não ultrapassou os 98 mil, um mínimo que a crise poderia ajudar a manter. Contudo, medidas como a atribuição de subsídios de natalidade em algumas autarquias do país permitiram inverter a tendência negativa.

No concelho alentejano de Mora, por exemplo, nasceram 31 bebés no ano passado, um número recorde impulsionado pela política de incentivo à natalidade posta em prática pela autarquia desde 2004.

[Notícia sugerida pelo utilizador Bruno Melo]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub