Ambiente

Nuclear: Suiça encerra centrais até 2034

NULL
Versão para impressão
O parlamento suíço aprovou, na semana passada, um plano para encerrar os cinco reatores nucleares do país. O encerramento será gradual, entre 2019 e 2034.

Um mês após o tsunami no Japão que levou ao desastre nuclear de Fukushima, o governo suíço decidiu suspender o plano de substituição das suas centrais nucleares e recomendou que as mesmas fossem encerradas.

Esta decisão foi, inicialmente, aprovada pela Câmara Baixa. Agora foi a vez do Parlamento suíço aprovar a decisão, o que vem confirmar e garantir o encerramento dos reatores nucleares, gradualmente até 2034.

Segundo a AFP, a primeira central nuclear a encerrar será a de Beznau I, em 2019. Em 2022, é a vez do encerramento das centrais de Beznau II e Muehleberg. Prevê-se que sete anos depois, em 2029, se proceda ao fecho da central de Goegen, e por fim, em 2034, a de Leibstadt.

O custo do encerramento das centrais nucleares ronda os 3,1 mil milhões de euros, anuncia a Euroactiv no seu site oficial.

Os suíços partem para a criação de uma nova política energética do país que se centra na aposta das energias hidroeléctricas, renováveis e até a utilização dos combustíveis fósseis.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório