Ciência

Novo telescópio estuda exoplanetas e cometas

Um novo telescópio robótico instalado no Chile foi concebido para detetar e caracterizar os planetas situados fora do Sistema Solar (exoplanetas) e também para estudar os cometas que orbitam em torno do Sol.
Versão para impressão
[Foto: © E. Jehin / ESO]

Um novo telescópio robótico instalado no Chile foi concebido para detetar e caracterizar os planetas situados fora do Sistema Solar (exoplanetas) e também para estudar os cometas que orbitam em torno do Sol.

Chama-se TRAPPIST (TRAnsiting Planets and PlanetesImals Small Telescope), encontra-se localizado no Observatório de la Silla, pertencente ao Observatório Europeu do Sul (ESO) e é operado a partir de uma sala de controlo em Liège, na Bélgica, a 12 mil quilómetros de distância.

Michaël Gillon, responsável pelos estudos exoplanetários, explica em comunicado oficial que “os dois ramos do projeto TRAPPIST são partes importantes de uma área de investigação interdisciplinar emergente – a astrobiologia – cujo objetivo é o estudo da origem e distribuição de vida no Universo”.

O estudo dos cometas é outra parte importante da missão do TRAPPIST: “Com dezenas de cometas observados todos os anos, poderemos obter um conjunto de dados únicos, que nos vão fornecer informação importante sobre a sua natureza”, frisa Emmanuël Jehin.

O projeto resulta de uma parceria entre a Universidade de Liège e o Observatório de Génova, na Suíça.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório