Sociedade

Novo programa europeu quer empregar 50 mil jovens

Terminaram as negociações para o programa Horizonte 2020, que quer promover a investigação e a inovação na União Europeia. No total, vão ser investidos 70 mil milhões de euros para a dinamização destas áreas e para a criação de 50 mil novos postos de
Versão para impressão
Terminaram as negociações para o programa Horizonte 2020, que quer promover a investigação e a inovação na União Europeia. No total, vão ser investidos 70 mil milhões de euros para a dinamização destas áreas e para a criação de 50 mil novos postos de trabalho.
 
O acordo foi feito entre o Parlamento Europeu, o Conselho Europeu e a Comissão Europeia, que decidiram disponibilizar um orçamento global de 70 mil milhões de euros para o novo programa em 2015.

As negociações decorriam desde Janeiro, chegando agora ao fim com um orçamento superior ao do antigo programa (52 mil milhões).
 

Agora, o objetivo é “promover a empregabilidade dos jovens investigadores através do desenvolvimento de uma economia assente no conhecimento e na inovação”. Quem o disse foi Maria da Graça Carvalho, relatora do Programa Específico de Execução do Horizonte 2020 e do Programa Quadro de Investigação e Inovação 2014-2020, ao semanário Expresso.
 
A eurodeputada introduziu algumas alterações ao documento inicialmente proposto, com vista à criação direta de emprego. Os Vouchers de Inovação, por exemplo, vão ser “uma forma simples e rápida de financiamento para a criação de start-ups ou para PMEs existentes desenvolverem produtos inovadores”.
 
O Horizonte 2020 foi apresentado pela Comissão Europeia como “o maior programa a nível mundial para a investigação e inovação”, capaz de “cobrir todo o ciclo de inovação, desde a ideia até à entrada do produto no mercado”.
 
Com este elo permanente entre investigação e comercialização do produto, o novo programa europeu pretende vencer o chamado ‘vale da morte’, impeditivo de muitos projetos chegarem ao mercado”. 
 
Também os incentivos e acessos ao programa serão simplificados, por forma a impulsionar a intervenção ativa das PMEs europeias, “essenciais para a melhoria da competitividade da economia”. 
 
A partir de 2015, o Horizonte 2020 reforça a aposta na investigação de excelência na Europa, com novos apoios e financiamentos. O programa pretende ainda contribuir no combate aos “grandes desafios que atualmente se colocam à sociedade” nas suas diferentes áreas.

Clique AQUI para saber mais sobre o programa Horizonte 2020. 

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub