Saúde

Novas córneas artificiais restauram a visão

Cientistas suecos criaram um novo tipo de córnea bioartificial que contém um fragmento de colagénio e estimula o crescimento natural das células da córnea permitindo a regeneração da visão. A técnica representa uma nova esperança já que se afigura co
Versão para impressão
[Fotografia: © AP Photo/Ottawa Hospital Research Institute]

Cientistas suecos criaram um novo tipo de córnea bioartificial que contém um fragmento de colagénio e estimula o crescimento natural das células da córnea permitindo a regeneração da visão. A técnica representa uma nova esperança já que se afigura como uma boa alternativa aos transplantes de córnea para o qual existem poucos dadores.

“Este estudo clínico é importante porque, pela primeira vez, mostra que uma córnea fabricada artificialmente pode integrar-se no olho humano e estimular a regeneração dos tecidos”, afirmou o seu principal autor, May Griffith, do Instituto de Investigação do Hospital de Otava, no Canadá.

Para os cientistas, as córneas bioartificiais feitas com colagénio (proteína humana) são uma esperança já que ajudam a evitar algumas desvantagens associadas ao tecido humano regular, como a possível transmissão de uma doença por parte do dador e a rejeição.

A visão humana depende da córnea, uma película de tecido transparente que cobre a superfície dos olhos e que refrata a luz para focar as imagens na retina. A película é frágil e pode danificar-se facilmente devido a uma infeção ou a um desprendimento.

O médico May Griffith colaborou com o cirurgião sueco Per Fagerholm, da Universidade de Linköping, onde se realizaram as intervenções cirúrgicas. Fagerholm e os seus colegas retiraram o tecido afetado das córneas de um dos olhos de dez doentes e substituíram-nas pelos implantes bioartificiais.

Os médicos seguiram a evolução dos pacientes durante dois anos após a cirurgia e observaram que as células e os nervos de nove de dez doentes voltaram a crescer e a envolver o olho completamente.

Em geral, a visão melhorou em seis dos dez pacientes operados, conforme adianta a agência Lusa. Depois de lhes terem sido colocadas lentes de contacto, todos tiveram uma visão equivalente ao transplante convencional de córnea com tecido humano.

Os cientistas suecos e canadianos estão agora a estudar se as córneas bioartificiais podem vir a ser úteis no combate a outras doenças dos olhos.

Ouvido pela TSF, o presidente do Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos, Florindo Esperancinha, reconheceu que se trata de um passo importante, apesar de ainda não conhecer esta técnica.

Notícia sugerida pelas utilizadoras Soraia Oliveira Gomes, Ana Marta e Céu Guitart

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório