Inovação e Tecnologia

Nova máquina de lavar roupa poupa 70% de água

A empresa britânica Xeros criou uma máquina de lavar roupa que poupa 70% no consumo de água oferecendo um grau de eficiência superior ao nível da lavagem.
Versão para impressão
A empresa britânica Xeros criou uma máquina de lavar roupa que poupa 70% no consumo de água oferecendo um grau de eficiência superior ao nível da lavagem. Além disso, por funcionar com baixas temperaturas, poupa 50% em energia. A versão doméstica do equipamento deverá chegar em 2015
 
Durante a lavagem, as máquinas Xeros adicionam milhares de pequenas esferas de polímero de nylon a uma dose mínima de detergente para absorver e eliminar a sujidade. Desta forma, a Xeros poupa água, energia e consegue poluir menos por utilizar menos detergente. 

O novo sistema surgiu quando Stephen Burkinshaw, professor da Universidade de Leeds, investigava uma forma de reforçar a eficácia das técnicas de tingimento de tecidos. Para sua surpresa, Stephen Burkinshaw descobriu que as tintas aderem aos tecidos da mesma forma que as nódoas. 
 

Depois de descobrir a forma como a tinta adere aos têxteis, o professor teve então a ideia de tentar encontrar uma forma que revertesse o processo, ou seja, que removesse tintas e manchas das roupas.


Após muitos anos de pesquisa com a sua equipa da universidade, Burkinshaw descobriu que usar polímeros de nylon era a forma mais eficaz de remover sujidade, uma vez que este material é altamente absorvente (quando se encontra em condições de humidade) e é também muito resistente – segundo o site da Xeros, as esferas podem ser usadas 500 vezes antes de serem subtituídas.

A empresa Xeros Ltd surgiu em 2007 resultado de um spinoff da Universidade de Leeds. Em 2011 a tecnologia desenvolvida pela empresa recebeu o título de 'Best Technological Breakthrough' nos prémios Climate Week Awards. 

Em 2012 a empresa iniciou contactos com fabricantes e distribuidores nos EUA e no Reino Unido sendo que a versão industrial da máquina já foi comercializada e a versão doméstica deverá chegar, em 2015, aos mercados.

Notícia sugerida por Vítor Fernandes, Maria da Luz e Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub