Ambiente

Nova Iorque: Projeto troca lixo orgânico por alimentos

A maior parte do lixo orgânico pode ser convertido em adubo de qualidade para a fertilização das terras. No entanto, estes resíduos, nas cidades, são desperdiçados. Para promover a compostagem urbana um projeto nova-iorquino inovador vai trocar lixo
Versão para impressão
Restos de legumes, de fruta, cascas de ovos. A maior parte do lixo orgânico pode ser convertido em adubo de qualidade para a fertilização das terras. No entanto, estes resíduos, nas cidades, são desperdiçados. Para promover a compostagem urbana um projeto nova-iorquino inovador vai trocar lixo orgânico por comida.
 
O Hello Compost foi criado por dois estudantes de design que decidiram, com este projeto, combater dois problemas: o desperdício de 'lixo' orgânico e a alimentação deficiente em produtos frescos que se verifica nas famílias de baixos rendimentos. 
 
Para isso, vão distribuir, junto de famílias carenciadas, sacos que foram desenhados especificamente para recolher lixo orgânico já que são térmicos e têm um fecho que impede a propagação do mau cheiro. Por cada saco com restos orgânicos que entregarem, as famílias vão receber vales que podem gastar em alimentos frescos produzidos por produtores locais. 
 
“Apercebemos-mos que é difícil promover a compostagem em cidades como Nova Iorque, sobretudo junto de famílias com baixos rendimentos”, explica Luke Keller, um dos jovens criadores do conceito, ao site Co.Design. 
 
“Tal como a reciclagem, este processo exige que a separação seja feita na casa das pessoas, o que é sempre arriscado”, salienta, acrescentando que é fundamental criar incentivos para as pessoas participarem.
 
O programa conta com a parceria do projeto EATS (uma associação não lucrativa de hortas urbanas sedeada em Nova Iorque) que vai receber e pesar os sacos, ficando também responsável pela atribuição dos vales e pela compostagem dos resíduos.
 
O projeto Hello Compost vai arrancar, em formato piloto, em Outubro deste ano, com o apoio do departamento de Urbanismo da cidade, promovendo uma nova atitude perante os resíduos orgânicos e também uma alimentação mais saudável entre parte da população.
 

Notícia sugerida por Maria da Luz e Vítor Fernandes

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub