Sociedade

Nova iniciativa quer aproximar escolas das universidades

O evento "Inspiring Future" vai chegar a 70 escolas de Lisboa e quer ajudar os alunos a decidirem o seu futuro profissional através da disponibilização de informação sobre os cursos superiores das universidades portuguesas e de um conjunto de oficina
Versão para impressão
Pela primeira vez em Portugal realiza-se uma feira de orientação profissional dirigida às escolas secundárias. O evento “Inspiring Future” vai chegar a 70 escolas de Lisboa e quer ajudar os alunos a decidirem o seu futuro profissional através da disponibilização de informação sobre os cursos superiores das universidades portuguesas e de um conjunto de oficinas de desenvolvimento pessoal.

De Janeiro a Junho de 2014, a feira Inspiring Future vai percorrer várias escolas secundárias da Grande Lisboa, dedicando a cada uma delas um dia de atividades com expositores, apresentações e 'workshops'. Embora na sua primeira edição o evento decorra apenas em Lisboa, para o ano, o “Inspiring Future” deverá ser alargado às cidades de Coimbra e Porto. 

A iniciativa prevê chegar a cerca de 40 mil alunos, com idades compreendidas entre os 16 e os 19 anos, e conta com a participação de vários parceiros, como a Fórum Estudante, a Education First e a Câmara Municipal de Cascais, entre outros.
 

“O Inspiring Future é um projeto sem fins lucrativos que tem como objetivo estabelecer uma relação de confiança e qualidade entre o sistema de Ensino Superior e as escolas secundárias, agilizando o processo de comunicação e divulgação da oferta educativa existente”, explica Eduardo Filho, diretor da Inspiring, a empresa 'start-up' que está por detrás deste evento.

À oferta tradicional de uma feira, com expositores e apresentações sobre o ensino superior, o evento Inspiring Future acrescenta um conjunto de oficinas sobre competências não técnicas, para ajudar os alunos nos seus processos de tomada de decisão, na sua preparação para a vida académica e para a vida profissional.

“Nestes 'workshops' iremos trabalhar competências como a autonomia, o empreendedorismo, a proatividade, a assertividade, a capacidade relacional e a motivação”, avança Eduardo Filho.

“A ideia é abrir os horizontes e pôr os alunos do secundário a pensar nas suas perspetivas de carreira, ajudando-os a preparar o seu futuro. Reitera-se ainda que esta feira também foi desenvolvida a pensar nos alunos de ensino profissional, que procuram alternativas ao ensino superior mas que não dispensam o desenvolvimento comportamental”, completa.
 

Para além das várias instituições do ensino superior, convidadas a apresentar aos alunos a sua oferta educativa, haverá também expositores para empresas que, na qualidade de potenciais empregadoras, vão poder explicar aos alunos quais os perfis e competências mais valorizados pelos recrutadores.
 

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub