Ambiente

Nova espécie de macaco descoberta na Colômbia

Tem o mesmo tamanho de um gato doméstico e, apesar da sua descoberta ter acabado de ser anunciada, já é considerado uma espécie ameaçada. A descoberta do novo macaco Callicebus caquetensis foi anunciada esta semana pela Conservation

Versão para impressão
[Foto © Javier García]

Tem o mesmo tamanho de um gato doméstico e, apesar da sua descoberta ter acabado de ser anunciada, já é considerado uma espécie ameaçada. A descoberta do macaco Callicebus caquetensis foi anunciada esta semana pela Conservation International.

A descoberta foi feita em 2008 por uma equipa do departamento de biologia da Universidade Nacional da Colômbia, em Bogotá, mas só agora foi divulgada. A nova espécie pertence ao grupo de macacos titi e foi batizada Callicebus caquetensis.

O animal foi descrito pela primeira vez há 30 anos, pelo perito em comportamento animal Martin Moynihan que visitou a floresta de Caquetá onde vive o Callicebus caquetensis. No entanto, até 2008 tinha sido impossível confirmar a observação devido à presença das guerrilhas colombianas.

Apesar de ter sido identificado apenas recentemente, o Titi encontra-se ameaçado devido à reduzida população e à destruição do seu habitat. Os investigadores calculam que existam apenas 250 indivíduos, que vivem numa área inferior a 100 quilómetros quadrados.

O novo Titi tem pêlo castanho-acinzentado mas não tem uma faixa branca na testa como a maioria dos macacos Titi. Sua cauda longa é pontilhada com faixas acinzentadas e possui uma barba vermelha à volta do rosto.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório