Sociedade

Nova associação presta serviços sociais gratuitos

NULL
Versão para impressão
O “Projeto Criar” é uma nova associação de apoio a crianças, jovens em perigo e mulheres vítimas de violência que foi hoje oficialmente constituída no Porto. A associação contra com grupo de doze profissionais de áreas como o direito, medicina e assistência social que oferecem os seus serviços gratuitamente.

Leonor Valente Monteiro, vice-presidente da associação, explicou à Lusa que as primeiras ações a desenvolver irão centrar-se na educação para igualdade de género, para que “as crianças deixem de crescer com os estereótipos que lhes são incutidos à medida que crescem”.

A associação tem como objetivos apoiar crianças e jovens em perigo, prestar serviços de natureza jurídica, clínica e social a mulheres, crianças e jovens, proteger mulheres e crianças vítimas de abusos sexuais, maus tratos, violência doméstica, tráfico de seres humanos e outro tipo de crimes.

 “Iremos prestar, gratuitamente, serviços de atendimento jurídico, clínico e de assistência social. Podemos constituir-nos assistentes em processos-crime de maus-tratos, violência doméstica, abuso sexual de crianças ou de regulação de responsabilidades parentais, entre outros”, sublinhou Leonor Valente Monteiro.

O “Projeto Criar” é constituído por uma equipa, na maioria são advogados e psicólogos, em regime de voluntariado e está sedeado na Praça Filipa de Lencastre, no Porto.

De âmbito nacional, o “Projeto Criar” é uma associação presidida por Maria Clara Sottomayor, juiz social e docente na área de direito da família na Universidade Católica do Porto.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório