Fechar



Registe-se na nossa newsletter







Sobreiro: Soalhos para valorizar madeira do desbaste

Sábado, 28 de Julho de 2012
Sobreiro: Soalhos para valorizar madeira do desbaste
Os pequenos ramos que resultam do desbaste dos sobreiros, normalmente considerados desperdício, podem vir a ter uma utilidade "nobre", tendo potencial para serem transformados em peças de pavimento. A possibilidade está a ser estudada pela cientista portuguesa Sofia Knapic.

A investigadora do Instituto Superior de Agronomia (ISA) desenvolveu um estudo com o objetivo de valorizar o desperdício dos sobreiros, usando-se a madeira retirada nas operações de desbaste. Em vez de ser queimado como é habitual, este material poderia ser aproveitado para fazer os chamados "tacos" para o soalho.

Em entrevista à Lusa, Sofia Kapnic afirmou que o propósito é diversificar a exploração dos sobreiros "sem entrar em competição com a cortiça", já que não se irá aproveitar a "boa madeira", mas sim "retirar todos os ramos e material de podas e desbastes" obtidos em consequência das operações de limpeza necessárias na manutenção destas árvores.

Para chegar a esta conclusão, a portuguesa e a sua equipa estudou as propriedades físicas da madeira, como a densidade, a resistência ao desgaste ou os comportamentos de variações dimensionais, um trabalho desenvolvido em colaboração com o Laboratorio de Engenharia Civil.





FERRAMENTAS
Imprimir
RELACIONADO
AMBIENTE
COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus
Termos de serviço
MULTIMÉDIA
  • Macaco salva 'amigo' inanimado na linha de comboio
  • EUA: Congresso preserva filmes de Carmen Miranda
  • Cadeira 'obriga' as pessoas a mexerem-se
  • Gel estanca hemorragias em 20 segundos
  • Vídeos: Viagens pelo Espaço em formato 3D
  • Fotografia: Praia sueca ganha luz própria
  • Nova pizza tem apenas 200 calorias por fatia
  • Março Mês do Teatro anima palcos de norte a sul
  • EUA: Obama volta a elogiar empresárias portuguesas
  • Bombeiro português faz pedido de casamento original
  • Filme sobre o Minho chega a Bilbau e Nova Iorque
  • Espetáculo de dança português faz furor na Roménia
  • Jovem cria lanterna que acende com calor das mãos
  • Mulher de 64 anos nada de Cuba até à Florida
  • Humanos comunicam por
DESTAQUES


PÁGINAS AZUIS
The Agency.pt ®. Todos os direitos reservados 2011 - 2014.
O BoasNoticias.pt demorou 0.608 segundos a carregar