Fechar



Registe-se na nossa newsletter







Uchi: Uma casa portuguesa móvel e económica

Quinta-feira, 25 de Abril de 2013
Uchi: Uma casa portuguesa móvel e económica
Custa apenas 10 mil euros, é resistente, ecológica e pode, até, ser mudada de sítio. O primeiro protótipo da casa Uchi já está pronto e pode ser visitado, a partir desta sexta-feira, no Instituto Empresarial do Minho (IEM). 

Os módulos base da Uchi têm uma infraestrutura de 21 metros quadrados (três metros de largura e sete de comprimento) mas podem ser redimensionados e personalizados - tanto no interior como no exterior - adaptando-se às necessidades de cada um. 

A ideia é criar uma modelo de habitação flexível e fácil de transportar para qualquer cidade ou país. "Este módulo habitacional pode também ser utilizado para turismo rural, residências de estudantes, quiosques de lojas ou escritórios, por exemplo", explica ao Boas Notícias Eurico Silva, o arquiteto criador do conceito (na foto abaixo com uma maquete da Uchi).

Image and video hosting by TinyPic






FERRAMENTAS
Imprimir
RELACIONADO
AMBIENTE
COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus
Termos de serviço
MULTIMÉDIA
  • Portugal volta a participar na Hora do Planeta
  • Um museu onde se pode 'viajar' dentro dos quadros
  • Músicos com défice cognitivo participam na Eurovisão
  • Lisboa: Projeto vai revelar miradouros escondidos
  • Vídeo: Esta cadela consegue ler
  • Mouraria inaugura incubadora cultural em Maio
  • Cinema: Canadá premeia curta-metragem portuguesa
  • CNN diz que cestos do Funchal são transporte 'cool'
  • 'Rapper' português dá música a estações ferroviárias
  • Modelo luso participa em videoclip de Paulina Rubio
  • NASA: Novos vídeos mostram o Sol como nunca o viu
  • Vídeo: cão salva dono de assalto em bomba de gasolina
  • ChoveChuva: Já é possível filtrar a água da chuva
  • Músico luso-canadiano partilha palco com Rihanna
  • França: Português é rosto de perfume da Lanvin
DESTAQUES


PÁGINAS AZUIS
The Agency.pt ®. Todos os direitos reservados 2011 - 2015.
O BoasNoticias.pt demorou 0.243 segundos a carregar